Palmeiras encara lanterna Comercial para obter vantagem nas quartas

O discurso do técnico Luiz Felipe Scolari é de que o Palmeiras não precisa se preocupar com a posição em que se classificará para a próxima fase do Campeonato Paulista, já que não tem casa própria para mandar seus jogos. Porém, os jogadores do Verdão querem recuperar a confiança e consideram a vitória uma obrigação, diante do já rebaixado Comercial, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Pacaembu.

Dependendo da combinação de resultados, uma derrota pode colocar a equipe alviverde diante do Santos na próxima fase. Mesmo sem temer o rival, o time quer o triunfo para se colocar em um posto melhor.

Com 35 pontos, o Palmeiras é o quinto colocado do Estadual, mas pode até chegar ao terceiro lugar, em caso de triunfo sobre o time de Ribeirão Preto e de tropeços dos concorrentes Santos e Guarani. Se terminar entre os quatro primeiros, o Verdão terá a vantagem de jogar com seu mando de campo nas quartas.’Vamos jogar com tranquilidade para tentar colocar o time no G-4. Se pegarmos o Santos nas quartas, vai ser uma tarefa difícil, mas estamos conscientes de que, para ficar com o título, a equipe vai ter de jogar um clássico em alguma fase’, afirmou o atacante Maikon Leite, que volta a ser titular da equipe.

O camisa 7 retorna em função da lesão de Wesley, que passou por cirurgia no joelho direito e fica fora por, no mínimo, seis meses. A ausência do reforço faz o técnico Luiz Felipe Scolari retomar o esquema com dois atacantes.

No meio-campo, Márcio Araújo cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo e cede sua vaga para Chico. Já o lateral direito Cicinho foi expulso no jogo anterior, dando agora nova oportunidade para Artur. O técnico ainda optou por poupar João Vitor, deixando a vaga na disputa entre Tinga e Pedro Carmona.

O Palmeiras busca uma vitória para recuperar também a confiança, depois de derrotas para Corinthians, Mirassol e Guarani. O lateral esquerdo Juninho, porém, adverte que o time não pode esperar um duelo fácil contra o Comercial.

‘Às vezes, jogar contra time rebaixamento é até mais difícil do que contra quem está em cima, porque eles vêm sem responsabilidade. Nós temos objetivos e precisamos estar focados, enquanto eles vão poder atacar na hora em que quiserem. Precisamos ficar atentos para evitar surpresas’, alertou.

O time do interior deve aproveitar a partida para dar experiência a atletas mais jovens, já que o técnico Gil Baiano tem os desfalques do zagueiro Rafael Tavares, do volante Jordã e do atacante Elionar Bombinha, suspensos.Pelo menos em duas vagas, a escolha deve ser por atletas da base. Baratella é o mais cotado para o meio-campo. Jeffinho e Kaique disputam o posto da armação. Já na zaga, a opção deve ser mais conservadora, entre os experientes Fabão e Marcel.

Com 11 pontos no Paulistão, o clube de Ribeirão Preto tem decretado seu rebaixamento, mas pensa em um triunfo pelo menos para fugir da última colocação do campeonato.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X COMERCIAL

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 15 de abril de 2012, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho

Assistentes: João Bourgalber Nobre Chaves e Maria Núbia Ferreira Leite

Assistentes adicionais: Welton Orlando Wohnrath e Philippe Lombard

PALMEIRAS: Deola; Artur, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Chico, Marcos Assunção, Tinga (Pedro Carmona) e Daniel Carvalho; Maikon Leite e Barcos

Técnico: Luiz Felipe Scolari

COMERCIAL: Alex; Marcelo Ferreira, Fabão (Marcel), Leandro Camilo e Rossato; Henrique Motta, Baratella, Ricardo Conceição e Jeffinho (Kaique); Leandro e Diego Acosta

Técnico: Gil Baiano