Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os craques da Copa das Confederações 2017

Torneio na Rússia não é dos mais badalados, mas Cristiano Ronaldo não estará só. Confira os principais candidatos a estrela da competição

A edição de 2017 será uma das menos badaladas da história da Copa das Confederações, já que os campeões da Eurocopa,  da Copa América e o país-sede são países menos tradicionais – Portugal, Chile e Rússia respectivamente – e a campeã mundial Alemanha levará à campo uma  equipe reserva. Haverá no entanto, uma grande atração: Cristiano Ronaldo, o melhor do mundo, em busca de um dos poucos títulos que faltam em sua carreira. Outros grandes jogadores e jovens revelações pintam como possíveis craques do torneio, que vai deste sábado até o dia 2 de julho. Confira os principais candidatos:

Cristiano Ronaldo (Portugal)

O melhor do mundo não quis saber de férias mesmo depois da conquista de mais uma Liga dos Campeões. De novo visual, Cristiano tentará levar Portugal ao título inédito. Pelo Real Madrid, Cristiano marcou 42 gols em 46 jogos na temporada 2016/2017 e, aos 32 anos, chega animadíssimo à Rússia após mais um ano de conquistas.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Cristiano Ronaldo (Portugal)

Foto: (Kacper Pempel/Reuters)

Alexis Sánchez (Chile)

Depois de conquistar a Copa América em 2015 e 2016, o atacante chileno busca uma façanha ainda maior por seu país. Aos 28 anos, o atacante habilidoso e de boa finalização vive boa fase: marcou 30 gols pelo Arsenal na última temporada.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Alexis Sánchez (Chile)

Foto: (Martin Bernetti/AFP)

Julian Draxler (Alemanha)

O técnico Joachim Löw abriu mão de seus principais jogadores, como Thomas Müller, Mezut Özil e Toni Kroos, para testar jogadores jovens e promissores. Um dos mais experientes da seleção alemã na Rússia será o meia Julian Draxler, do Paris Saint-Germain. Aos 23 anos, o meia driblador e de bom passe, que marcou dez gols pela equipe francesa nesta temporada, deve ser um dos líderes da Alemanha.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Julian Draxler (Alemanha)

Foto: (Boris Streubel/Getty Images)

Chicharito Hernández (México)

O atacante do Bayer Leverkusen já viveu fases melhores, quando passou por Manchester United e Real Madrid. No entanto, aos 29 anos, segue sendo, a esperança de gols do México, única equipe do torneio a já ter conquistado a Copa das Confederações, em 1999. Pelo Leverkusen, ele marcou 13 gols na temporada. Seus companheiros Carlos Vela e Oribe Peralta também são bons candidatos a estrela do torneio.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Chicharito Hernández (Alemanha)

Foto: (Edgard Garrido/Reuters/VEJA)

Arturo Vidal (Chile)

A empolgada seleção chilena contará com mais um jogador de alto nível internacional. O volante Arturo Vidal, do Bayern de Munique, será uma das principais atrações do torneio. O jogador de 30 anos atuou em 44 partidas pelo clube alemão e marcou 11 gols na temporada.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Arturo Vidal (Chile)

Foto: (Ivan Alvarado/Reuters)

Ter Stegen (Alemanha)

O goleiro Manuel Neuer foi o destaque da Alemanha no título mundial em 2014. Poupado da Copa das Confederações, o arqueiro do Bayern de Munique será substituído por outro goleiro famoso: André Ter Stegen, do Barcelona. Aos 25 anos, ele vê o torneio como sua chance de brigar com posição com Neuer no futuro.

 

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Ter Stegen (Alemanha)

Foto: (Alejandro García/EFE)

Tim Cahill (Austrália)

O artilheiro de 37 anos segue em atividade e em busca de novos feitos pela seleção australiana. Cahill é o maior artilheiro da história do time (48 gols, sendo cinco em três Copas do Mundo disputadas) e atualmente joga no Melbourne City. Ídolo do Everton, da Inglaterra, ele atuou nas últimas temporadas em clubes dos Estados Unidos e da China.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Tim Cahill (Austrália)

Foto: (David Gray/Reuters/VEJA)

Leroy Sané (Alemanha)

O atacante de 21 anos é uma das maiores revelações do futebol alemão nos últimos tempos. Canhoto e habilidoso, ele ganhou moral com o técnico Pep Guardiola no Manchester City. Marcou nove gols na última temporada e deve estar no elenco da Alemanha na Copa de 2018. Para isso, deve confirmar a boa fase na Copa das Confederações.

Copa das Confederações 2017 - Rússia: Leroy Sané (Alemanha)

Foto: (Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images)