Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Operação São Silvestre terá trabalho de mais de 3 mil homens

Com 25.000 participantes inscritos, corrida acontecerá neste sábado

A Corrida Internacional de São Silvestre contará com 25.000 participantes na 87ª edição – um recorde na história do evento – e um percurso diferente. Por isso, a segurança é prioridade para o 12º Batalhão da Polícia Militar, localizado na região do Campo Belo. O tenente coronel Helson Camilli será o responsável por liderar a parte policial da Operação São Silvestre e ressalta a importância das ações conjuntas com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), GCM (Guarda Civil Metropolitana), Metrô, SPTrans, Prefeitura de São Paulo e fiscais, em um total de 3.050 homens.

“Só da PM serão 2.400 homens trabalhando. É um dos maiores eventos do país, sem dúvida, qual outra corrida tem quase 30.000 atletas?’, diz o comandante Helson Camilli, que coloca apenas eventos como Fórmula 1 e a Parada Gay (LGBT) como superiores em termos de segurança. O trabalho do policiamento vai começar às 12h do sábado, e a base central será no prédio da Fundação Cásper Líbero, na Avenida Paulista. A Polícia Militar informa que dois setores demandaram maior atenção no planejamento. Para evitar dificuldades no encontro das Avenidas Paulista e Brigadeiro Luis Antônio, foi iniciado o trabalho de informação para que as pessoas que pretendem participar do Show da Virada desçam na estação Trianon do metrô, sobretudo entre 17h40 e 19h. “Para aqueles que não usarem essa alternativa e vierem pelo metrô Brigadeiro, teremos desvios para ruas paralelas e pessoal ajudando na travessia”, disse Camilli. Para completar, a chegada dos atletas, independentemente do local, necessita de uma ação específica para o processo de dispersão. “Teremos aproximadamente 30.000 pessoas passando pela região do Obelisco, não passarão de forma simultânea, mas o importante é a dispersão. No local, haverá um dos 13 postos médicos que normalmente apresenta o maior número de atendimentos, além do ponto de água, de premiação e de retirada de alimentação”, afirma Helson Camilli. Leia também: Na São Silvestre 2011, é importante ficar atento à descida (Com agência Gazeta Press)