Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nuzman salienta legado deixado por Pan e recebe elogios de mexicanos

Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, participou, nesta terça-feira, da apresentação do relatório de progresso da preparação das Olimpíadas do Rio de Janeiro-2016 à Assembleia Geral da Organização Desportiva Pan-americana (Odepa). O brasileiro ressaltou o legado deixado à cidade carioca e foi reverenciado por autoridades mexicanas.

Nuzman reforçou que o fato de ter sediado o Pan de 2007 otimizaram as chances de o Rio de Janeiro ganhar a disputa para ser o palco de uma edição de Jogos Olímpicos.

‘Os Jogos Pan-americanos Rio 2007 deixaram como maior legado à cidade, ao Brasil e à América do Sul a conquista do direito de sediar os Jogos Olímpicos pela primeira vez. Cada sede dos Jogos Pan-americanos tem seu próprio objetivo. A maior meta do Rio era a de sediar os Jogos Olímpicos e fomos felizes em atingi-la. Espero que Guadalajara consiga atingir as suas e tenho certeza de que realizará Jogos magníficos’, afirmou.

Diretor geral do Comitê Organizador dos Jogos de Guadalajara, Carlos Andrade Garín, classificou o Pan brasileiro como um divisor de águas. O Pan do México começará na sexta-feira.

‘Assim como o Rio marcou o antes e depois na história dos Jogos, esperamos que Guadalajara também ofereça a sua contribuição. Por causa dos Jogos do Rio, mudamos nosso plano inicial e, em vez de seis, resolvemos construir 23 instalações esportivas’, disse.