Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Ninguém tem as portas fechada’, avisa Magnano

Por AE

São Paulo – O presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Carlos Nunes, surpreendeu a todos na semana passada ao afirmar que Nenê e Leandrinho seriam convocados para a Olimpíada – para agradar o pivô, a CBB até marcou um torneio amistoso em São Carlos, cidade natal do jogador do Washington Wizards. Neste terça-feira, porém, o técnico da seleção masculina, Rubén Magnano, deixou claro que o dirigente se precipitou. Só o treinador sabe quem serão os convocados.

“Eles ainda não foram convocados”, assegurou o treinador, em entrevista ao SporTV. O argentino que comanda a seleção brasileira, porém, também avisou: “Ninguém tem as portas fechadas”.

Responsável por treinar o Brasil no Pré-Olímpico de Mar del Plata, em setembro do ano passado, e classificar a equipe para a Olimpíada mesmo sem Nenê, Leandrinho e Varejão (este último se apresentou machucado), Magnano ressalta que mais importante do que nomes é a força do conjunto.

“Eu não falo de fundamentais. Jamais uso a palavra fundamental. Só a equipe é fundamental. Nenhum nome próprio está acima da seleção. São jogadores muito importantes, mas não fundamentais”, respondeu, quando perguntado se Nenê e Leandrinho eram fundamentais para a seleção.

Magnano também explicou que não precisa ficar conversando com os jogadores durante a temporada para saber se eles devem ou não convocá-los. “Eu falo quando tenho que falar e pronto. Assisto muitos jogos deles, estou preocupados com o que acontece com eles. Não quero atrapalhar suas cabeças quando estão no clube”, justificou.