Não seria má ideia, mas, não, Dunga não foi demitido

Pegadinha de site de humor enganou milhares de leitores com reportagem de 2010

Uma brincadeira do site de humor Olé do Brasil confundiu os leitores de VEJA e outros milhares de brasileiros nesta sexta-feira. Aproveitando-se da insatisfação popular com a má atuação da seleção na derrota para o Chile, na estreia das Eliminatórias, o portal de notícias fictícias, que tem quase 350.000 curtidas no Facebook, compartilhou uma notícia de 2010 para “demitir” o técnico Dunga.

Dunga defende Oscar, o pior em campo no Chile

Por volta do meio dia, o Olé do Brasil compartilhou a notícia da primeira demissão do treinador – publicada pelo site de Veja em 4 de julho de 2010, dias após a eliminação da seleção na Copa da África do Sul – como se fosse uma bomba desta sexta-feira. A pegadinha rapidamente surtiu efeito: muitos internautas foram enganados e espalharam a notícia velha pelas redes sociais. Em pouco mais de uma hora, a notícia apareceu entre as mais lidas do site de VEJA.

(da redação)