Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na Índia, Roberto Carlos voltará a jogar aos 42 anos

Lateral não atua profissionalmente há três anos, mas aceitou dividir as funções de jogador e técnico do Delhi Dynamos, onde será companheiro do italiano Del Piero

Roberto Carlos, histórico lateral da seleção brasileira, voltará a jogar profissionalmente aos 42 anos. Nesta quinta-feira, o Delhi Dynamos, da Índia, anunciou que o ídolo do Real Madrid assumirá as funções de treinador e jogador do time que disputará a Superliga indiana entre 3 de outubro e 20 de dezembro. Roberto Carlos não joga oficialmente desde 2012, quando também acumulou as duas funções pelo Anzhi Makhachkala, da Rússia.

Leia também:

Lateral Danilo, da seleção, é apresentado no Real Madrid

Rivaldo volta a jogar e Mogi Mirim vence a primeira na Série B

Ronaldo, na vida louca, apresenta seu novo namorado ‘Alvarinho’

Na equipe de Nova Deli, Roberto Carlos será companheiro de outro craque histórico: o italiano Alessandro Del Piero, de 40 anos, ídolo da Juventus. Seus ex-colegas de seleção brasileira, o zagueiro Lúcio e o volante Elano também jogarão no país nesta temporada. “Sentirei de novo o que vivi como jogador. Estarei bem preparado e treinarei para voltar a jogar. Me sinto feliz em dar uma contribuição significativa para a construção de uma equipe de alto nível na liga”.

Roberto Carlos disputou 125 jogos pela seleção brasileira, com 11 gols marcados e duas finais de Copa do Mundo disputadas: foi vice-campeão em 1998 e campeão em 2002. Ele também ajudou o Brasil a faturar a Copa América em 1997 e 1999 e ganhou o Liga dos Campeões da Europa três vezes com o Real Madrid, entre vários outros títulos. Como treinador, Roberto passou pelo russo Anzhi e pelos turcos Sivasspor e Akhisar Belediyespor.

A Superliga indiana, que teve sua edição inaugural no ano passado, terá novamente vários veteranos de renome, como os franceses Robert Pires, David Trezeguet e Nicolas Anelka e os espanhois Luis Garcia e Joan Capdevilla, entre outros. O brasileiro Zico será novamente o técnico do Goa FC, time do zagueiro Lúcio.

(com Estadão Conteúdo)