Murray e Djokovic sofrem com lesões e deixam Wimbledon

Britânico sofreu com dores no quadril e perdeu para Sam Querrey, enquanto sérvio, lesionado no cotovelo, abandonou diante de Tomas Berdych; Federer avança

Os favoritos Andy Murray e Novak Djokovic não tiveram boa sorte nesta quarta-feira em Wimbledon. O britânico, que defendia o título na grama de Londres, foi derrotado pelo americano Sam Querrey de virada, por 3 sets a 2, com parciais de 3/6, 6/4, 6/7 (4/7), 6/1 e 6/1, e está pela primeira vez em uma semifinal de Grand Slam.

O número 1 do mundo fazia uma boa partida, mas caiu consideravelmente de produção depois do primeiro game do quarto set, quando passou a sentir fortes dores no quadril. A partir de então, Murray viu Querrey vencer nove games consecutivos, sem conseguir sequer devolver os saques. Apesar da dificuldade em se manter em quadra, o britânico suportou até o final, saindo ovacionado pela torcida da casa.

Devido à lesão, o britânico afirmou que ainda não sabe como será a preparação para os torneios em piso duro, como o US Open. “Vou tirar um dia de descanso e então sentarei com minha equipe para avaliar os próximos passos. Temos cerca de seis a sete semanas até o próximo Grand Slam, então vamos também ter que esperar e ver”, completou. Na semifinal, Querrey enfrentará o croata Marin Cilic, que venceu o luxemburguês Gilles Muller, por 3 sets a 2,  3/6, 7/6 (8/6), 7/5, 5/7 e 6/1.

 

Enquanto Murray machucou o quadril, Novak Djokovic sofreu com uma lesão no cotovelo direito. O sérvio, que teria chances de reassumir o posto de número 1 do mundo com a eliminação do britânico, precisou abandonar a partida diante de Tomas Berdych, também nesta quarta. O tcheco já havia vencido o primeiro set da partida por 7/6 (7/2) e estava na vantagem no segundo por 2 a 0.

O adversário de Berdych na semifinal será o suíço Roger Federer, que passeou em quadra nesta quarta. O atual número 5 do mundo derrotou com certa tranquilidade o canadense Milos Raonic por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 7/6 (7/4), e seguirá em busca de seu 19º título de Grand Slam.

(Com EFE e Gazeta Press)