Muricy cita ‘respeito ao torcedor’ ao escalar titulares

Por Sanches Filho

Santos – O técnico Muricy Ramalho não cumpriu a promessa de poupar titulares na vitória do Santos sobre o Corinthians neste domingo, por 1 a 0, na Vila Belmiro. Muricy chegou a anunciar que só escalaria a equipe após tomar conhecimento dos exames médicos que indicam o nível de desgaste dos atletas. Depois, afirmou que não tirou ninguém do clássico “por respeito ao torcedor”.

“Como era a reabertura da Vila Belmiro, depois de jogarmos dois meses fora, o estádio estaria lotado e não seria justo eu tirar alguns titulares. A gente sabe disso. Quem vem ao jogo quer ver Neymar e Ganso e, se eu tirasse os dois, seria um desrespeito com o torcedor”, disse. “Mas, antes de escalar o time, perguntei aos jogadores se alguém sentia dores e todos afirmaram estar bem”.

Com a vitória, o Santos chegou à sétima vitória consecutiva e assumiu a vice-liderança do Campeonato Paulista, com 27 pontos. O resultado também deu motivação extra para o confronto contra o Internacional, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

“A vitória mostrou que o nosso grupo é muito forte. Mas não dá para ficar comemorando, pois agora é a Libertadores”, afirmou o lateral-direito Fucile, aplaudido pela torcida, evitando euforia demasiada. Ganhar da equipe gaúcha é importante para o Santos pois o time ser derrotado na estreia para o The Strongest, que já possui seis pontos.