Messi garante virada do Barcelona em cima do Levante

O meia-atacante Lionel Messi mais uma vez foi decisivo para o Barcelona. Com dois gols marcados pelo melhor jogador do mundo (o segundo em um pênalti polêmico), neste sábado, a equipe da Catalunha derrotou o Levante por 2 a 1, de virada, e manteve-se a quatro pontos da liderança do Campeonato Espanhol.

O primeiro colocado ainda é o Real Madrid, que também teve dificuldades para virar por 3 a 1 sobre o Sporting de Gijón. Os merengues somam 85 pontos, contra 81 do Barcelona. Os rivais disputarão clássico decisivo na próxima rodada, no Camp Nou. Já o surpreendente Levante tem 48 pontos e está na zona de classificação para a Liga Europa.

Apesar da empolgação da torcida valenciana com a boa campanha do Levante, o Barcelona não se intimidou e iniciou a partida com o seu estilo de jogo característico. Messi, Thiago, Pedro e até o brasileiro Adriano se movimentaram bastante no ataque, criando as primeiras chances de finalização dos catalães.

Ainda assim, a equipe que abriu o placar foi a do Levante. Aos 22 minutos, Busquets tocou a bola com os braços dentro da área. Para desespero do jogador, o árbitro Teixeira Vitienes não hesitou em assinalar o pênalti. Barkero esperou o goleiro Víctor Valdés se atirar para tentar fazer a defesa, bateu no centro e conferiu.

Empolgado pela vantagem no placar, o Levante contou com o incentivo de sua torcida para seguir à frente até o intervalo. No segundo tempo, o Barcelona tentou reagir com Cuenca no lugar de Xavi – pouco depois, Iniesta também foi a campo, na vaga de Pedro. As dificuldades para levar perigo aos donos da casa, contudo, eram as mesmas.Messi, então, apareceu para solucionar a partida para o Barça. Aos 19 minutos, o melhor jogador do mundo tabelou com o chileno Alexis Sánchez (substituído por Daniel Alves no final da partida) e chutou da entrada da área para empatar. Foi o suficiente para os visitantes aumentarem o ímpeto em busca da virada.

O segundo gol, no entanto, veio depois de um lance polêmico. Cuenca caiu na área em uma dividida, e o assistente sinalizou pênalti. A revolta dos jogadores e torcedores do Levante foi generalizada. Sem se importar com as reclamações, Messi cobrou, conferiu e manteve o Barcelona com esperanças de conquistar o título espanhol.

(Com agência Gazeta Press)