Messi acusa o golpe: “É preciso mudar essa situação de m…”

Após atuação apática na derrota para o Brasil, o camisa 10 da Argentina não poupou adjetivos (e palavrões) para categorizar mais um resultado frustrante

Ele mal tocou na bola. Todas as suas tentativas, inúteis. O Mineirão, que ovacionou Lionel Messi em sua apresentação no telão do estádio, decepcionou-se com a atuação discretíssima do craque do Barcelona. Enquanto a torcida ainda vibrava com a vitória por 3 a 0 do Brasil, o camisa 10 da Argentina saiu de fininho, mas falou sobre a dura derrota sofrida por seleção na zona mista. “É preciso mudar a cabeça. Porque quando alguém não está bem da cabeça, as pernas não respondem. É preciso mudar essa situação de m…”, sintetizou o atacante.

Já sabendo da péssima reação que mais um resultado negativo sofrido por sua seleção nas Eliminatórias – nos últimos cinco jogos foram duas derrotas, dois empates e apenas uma vitória –, Messi pediu paciência ao torcedor argentino na partida da próxima terça, contra a Colômbia: “Espero que as pessoas de San Juan (local da partida) tenha paciência conosco. Isso é importante. Em Córdoba, percebi que as pessoas nos vaiavam e xingavam. Isso não ajuda. Temos que nos unir. Queremos nos sentir em casa. As pessoas aqui estão cansadas. Somos os primeiros a querer vitórias e alcançar os resultados.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Uma andorinha só não faz verão! Tem tôda a razão o craque do Barcelona.

    Curtir

  2. Se Messi não aceita participar da seleção o povo o chama de traidor.
    A Argentina não tem nada. O Rival da Argentina hoje é Galvão Bueno.
    A acabou a muito tempo, é muito pior que o Brasil. Ao menos o Brasil já tem 11 possíveis jogadores.

    Curtir

  3. Seleção não é time de brasileirão. É preciso 11 jogadores para se chegar á algum lugar.

    Curtir

  4. Micky Oliver

    Deveria ter honrado sua palavra quando disse que sairia da seleção argentina!

    Curtir

  5. Fernando Aires

    sr. redator: O que tem a ver o título com a notícia?

    Curtir