Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mesmo em má fase no Brasileiro, Botafogo evita jogar a toalha

A situação do Botafogo no Campeonato Brasileiro está longe do ideal. O time que passou a maior parte do tempo nas primeiras colocações, sonhando inclusive com o título, despencou para a oitava posição, estacionado nos 55 pontos, e viu até mesmo o sonho de disputar a próxima Copa Libertadores muito distante. Apesar desta realidade, que envolve derrotas nos últimos quatro jogos, os jogadores alvinegros evitam jogar a toalha e garantem que ainda pensam na vaga no torneio continental.

‘Nós sabemos que o momento em campo não é dos melhores, que estamos nos esforçando muito, mas que a bola não está entrando como vinha acontecendo no meio do Campeonato Brasileiro. Mas não vamos jogar a toalha ou desistir antes que as chances se esgotem. Sabemos como é importante para o clube, para a torcida e para nós mesmos a classificação para a Copa Libertadores e lutaremos até o fim’, disse o meia Felipe Menezes.

Opinião parecida tem o goleiro Jéfferson. ‘Sabemos que muita coisa pesa neste momento e que os resultados não estão aparecendo. Estamos longe daquilo que projetamos para este momento do Campeonato Brasileiro, mas só nos resta encarar essas duas rodadas com o máximo de seriedade. Temos que buscar seis pontos e depois ver se foi possível ou não a classificação na Copa Libertadores’, afirmou o goleiro.

O Botafogo volta a campo neste domingo, pela penúltima rodada, para enfrentar o Atlético-MG às 17 horas (de Brasília) na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). Para este duelo o técnico interino Flávio Tênius terá o retorno do lateral direito Lucas e do meia Maicosuel, que ficaram fora da derrota de 2 a 1 para o Internacional por conta de lesões musculares.

O primeiro ocupará o posto de Alessandro, enquanto que o segundo entra no lugar de Thiago Galhardo. O zagueiro Antônio Carlos vai cumprir suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo diante do Colorado. Assim, Gustavo entra na zaga para compor dupla com Fábio Ferreira. A definição da equipe que vai a campo deverá acontecer, porém, somente a partir desta quarta-feira.

Em relação ao novo técnico do time, a diretoria espera acertar até o fim da semana o nome do novo treinador, mas é possível que o anúncio venha apenas após o término do Campeonato Brasileiro. Vários nomes foram cotados nos últimos dias e alguns descartados. Teve quem foi procurado e não aceitou, como Jorginho, da Portuguesa.

Nos corredores de General Severiano especula-se que o presidente Maurício Assumpção já teria acertado com o técnico para 2012, mas que não revela, pois o mesmo está empregado. Nesse caso os dois mais cotados são Marcelo Oliveira, do Coritiba, e Jorginho, do Figueirense. Nomes como René Simões, Paulo César Carpegiani, Andrade e Renato Gaúcho, citados em noticiários, não têm nenhuma chance.