Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mayra lamenta perda do ouro, mas valoriza presente de aniversário

A brasileira Mayra Aguiar entrou na disputa olímpica do judô, categoria até 78kg, como número um do ranking e favorita. O sonho do ouro parou na semifinal contra a norte-americana Kayla Harrison, em um combate que deixou marcas, mas a ordem é comemorar a inédita medalha de bronze depois da vitória sobre a holandesa Marhinde Verkerk.

‘Uma medalha olímpica não tem preço, independentemente da cor, vou levar para minha vida. Eu queria o ouro, entrei para ser campeã, mas faz parte, é continuar de cabeça erguida. Terei outras oportunidades lá na frente’, disse, em entrevista à TV Record.

Mayra Aguiar reconheceu as dificuldades de recuperar o foco depois da derrota na semifinal. A brasileira foi finalizada por Kayla Harrison e teve medo até de uma lesão em seu braço.

‘Na hora, só deu vontade de chorar, eu engoli e pensei: não acabou. Foi duro. Mas bastante gente veio falar comigo, o Leandro Guilheiro, o Aurélio Miguel, citaram que começava outra competição. O Leandro falou: você vai se arrepender a vida inteira se não ganhar o bronze. Tenho que agradecer o esforço de todos’, destacou.

Agora, Mayra Aguiar poderá comemorar o aniversário de 21 anos nesta sexta-feira com um largo sorriso no rosto. ‘Não tenho noção como será o aniversário, você tira o peso, saiu a tensão, agora é comemorar. Vou ligar para os meus familiares. É uma conquista de todos, da família e do pessoal que treina comigo’, finalizou.