Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mayra Aguiar conquista medalha de bronze em Londres

O judoca brasileira Mayra Aguiar conquistou a medalha de bronze da categoria até 78 kg dos Jogos Olímpicos de Londres, ao derrotar nesta quinta-feira a holandesa Marhinde Verkerk na disputa pelo terceiro lugar.

Com pouco mais de um minuto de luta, a gaúcha aplicou um ippon na holandesa e garantiu o bronze um dia antes de completar 21 anos.

Quando a luta acabou, ela levantou os braços para cima antes de pegar uma bandeira do Brasil para dar uma volta olímpica e saudar todos os torcedores do país, que foram ao delírio com a terceira medalha do judô brasileiro em Londres.

“Independentemente da cor, é uma medalha olímpica, então tem mais é que comemorar mesmo. Amanhã é o meu aniversário, então é mais uma comemoração”, declarou Mayra, abrindo um grande sorriso.

“Confesso que tive muita vontade de chorar quando perdi a semifinal, mas depois consegui me reconcentrar. Disse para mim mesmo que não tinha como voltar para casa sem esta medalha”, afirmou.

O ouro foi conquistado pela americana Kayla Harrison, algoz de Mayra na semifinal. Ela derrotou na final a britânica Gemma Gibbons. A outra medalha de bronze ficou com a francesa Audrey Tcheuméo.

Na semifinal, Mayra levou um yuko da americana e acabou sendo imobilizada com uma chave de braço, faltando menos de 20 segundos para o fim do combate.

Nas quartas de final, Mayra Aguiar havia superado a polonesa Daria Pogorzelec com dois waza-ari, o segundo deles por imobilização.

Em sua primeira luta, Mayra derrotou a tunisiana Hana Mareghni. Ela dominou totalmente o combate e venceu com dois waza-ari, incluindo um por acúmulo de punições para a rival.

A brasileira, que conquistou a prata no Mundial de Tóquio-2010 e o bronze no Mundial de Paris-2011, estreou diretamente na fase das oitavas de final por ser uma das cabeças de chave.

Com o pódio de Mayra, o Brasil soma quatro medalhas na capital britânica, três no judô, com o ouro de Sarah Menezes e o bronze de Felipe Kitadai, e uma na natação, com a prata de Thiago Pereira.