Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marquinhos dá valor a Derby apagado: ‘Tem que honrar o Corinthians’

Um clássico contra o Palmeiras nunca despertou tão pouca ansiedade como o de domingo, em toda a história do Corinthians, que divide (em proporções muito desiguais) as atenções entre o longo Campeonato Brasileiro e a inédita final da Copa Libertadores. Mas, para o grupo que vai a campo no Pacaembu pela competição nacional, trata-se de uma chance quase única.

‘Com a camisa do Corinthians, tem que querer ganhar. Não quero saber se é com time reserva ou titular. Essa cobrança, a gente sabe que tem. É um clássico importante e valioso para nossa torcida. Não queremos perder. Vamos representar o clube da melhor maneira possível, honrar nossa camisa, nossa instituição’, disse Marquinhos, zagueiro que será improvisado como volante.

‘É uma grande oportunidade para mostrar nosso trabalho. Um clássico vale muito mais. Qualquer oportunidade que a gente tenha é válida, seja em jogo-treino, em treinamento ou em jogo. Existe uma competição sadia (por posição), todos os jogadores estão buscando seu espaço, e o Tite abre para quem estiver em condição melhor’, completou o defensor de 18 anos.

Passadas cinco partidas no Brasileiro, o Corinthians, campeão em 2011, soma um só ponto e ocupa a última colocação. A cada rodada, aumenta a angústia pela falta de vitória e, por consequência, a pressão nos suplentes.

‘A responsabilidade é grande. É claro que não queríamos estar nessa situação. Não é lá (na lanterna) o lugar do Corinthians. Estamos trabalhando, tentando nos entrosar dentro de campo, nos jogos, para que a gente possa ter evolução e subir na tabela’, comentou Marquinhos, antes de sua quarta partida como titular no campeonato.

O duelo com o Palmeiras será às 16 horas (de Brasília) de domingo, no Pacaembu. O rival, classificado para a decisão da Copa do Brasil, também vive momento complicado no Brasileiro, tendo conquistado somente dois pontos, na 18colocação.