Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maradona é proibido de viajar e arma confusão em aeroporto

Ex-jogador queria retornar a Dubai, onde reside, mas foi barrado com passaporte irregular. Descontrolado, culpou o governo argentino

Dias depois de reconhecer seu filho italiano, Diego Armando Maradona voltou a ser notícia por motivos menos honrosos. O ídolo do futebol argentino se envolveu em uma confusão no aeroporto de Ezeiza, na grande Buenos Aires, ao tentar retornar a Dubai, onde vive há alguns anos. Maradona foi barrado por portar um passaporte que constava como “extraviado” pelo controle de migração. Em cena nada incomum, Maradona ficou fora de si: gritou com os funcionários e deixou o local culpando o governo argentino.

Leia também:
Maradona diz que ex-mulher roubou R$ 29 mi de sua conta bancária
Maradona presenteia árbitro que não viu toque de mão
Maradona tatua a palavra ‘cadela’ em homenagem à namorada

Acompanhado da namorada Rocío Oliva, Maradona afirmou que jamais denunciou roubo do passaporte e garantiu que o documento era 100% legítimo. Segundo a emissora América, os advogados de Maradona consideram que essa foi uma armadilha do governo de Maurício Macri contra o ex-jogador. Maradona tem sido firme em suas críticas ao político e chegou a dizer, em janeiro, que não voltaria a viver na Argentina enquanto Macri fosse o presidente.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo C Alencar

    Duvido que os argentinos venham a sentir falta desse cheirador de coca.

    Curtir