Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mano justifica presença de seis veteranos: Não posso expor jovens’

A prioridade da Seleção Brasileira é a preparação aos Jogos Olímpicos, mas o técnico Mano Menezes rejeitou uma simulação total do grupo que iria para Londres nos próximos amistosos. Assim, ele convocou seis atletas com mais de sub-23 – serão permitidos apenas três nas Olimpíadas – para enfrentar Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina, em confrontos marcados entre 26 de maio e 9 de junho.

Mano Menezes teme que, no primeiro momento, o time olímpico sinta a falta de bagagem. Afinal, a Seleção Brasileira irá enfrentar adversários que podem entrar em campo com a força máxima.

‘Embora a gente tenha direcionado para convocar os mais jovens, o importante é entender que vamos enfrentar seleções com suas formações principais. Ao mesmo tempo em que quero dar chance, não posso expor desnecessariamente. Os experientes vão dar a sustentação, você precisa de um mais rodado para fechar o jogo, o adversário respeita mais. É importante mesclar, dar tranquilidade’, justificou Mano Menezes.

Dos jogadores acima de 23 anos convocados, cinco formam o sistema defensivo: o goleiro Jefferson, os laterais Daniel Alves e Marcelo e os zagueiros David Luiz e Thiago Silva. Dono de destacada força física, o atacante Hulk é o único ‘veterano’ no setor ofensiv

Para Mano Menezes, o nível dos adversários dos amistosos não proporciona contestações, como ocorreu no ano passado, por exemplo, no momento em que o Brasil enfrentou o Gabão. Por isso, a dificuldade será ainda maior à jovem Seleção.

Nas quatro apresentações, a ideia do treinador é manter uma base, mas sem fugir de experiências. ‘Nós vamos seguir uma base por causa da proximidade das partidas, mas também queremos rodar algumas peças. Precisamos ver, por exemplo, o Wellington Nem, que queríamos ter convocado no ano passado, mas foi impossível porque o Figueirense brigou até o fim no Campeonato Brasileiro’, citou Mano Menezes.