Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mano aponta Egito como adversário mais difícil do Brasil em Londres

Rio de Janeiro, 24 abr (EFE).- O técnico Mano Menezes afirmou nesta terça-feira, após o sorteio das chaves da primeira fase do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres, que o Egito deverá ser o adversário mais difícil para a seleção brasileira no grupo C da competição, mas que Belarus também não pode ser menosprezado.

Atual campeão mundial sub-20 e sempre considerado favorito, mesmo sem nunca ter conquistado o ouro olímpico, o Brasil estreará contra os egípcios, depois enfrentará os bielorrussos e, por fim, a Nova Zelândia, de acordo com sorteio realizado no estádio de Wembley.

Mano, no entanto, tentou afastar o favoritismo e lembrou que a seleção sub-20 teve dificuldades e apenas empatou em 1 a 1 com o Egito há um ano, no Mundial disputado na Colômbia.

‘O Egito deu trabalho e foi um jogo complicado, muito duro mesmo. Como poderá ser esse agora na Olimpíada, ainda mais que terá também o peso de uma estreia, com todo o clima de expectativa que o cerca’, afirmou o técnico, em relação à partida que acontecerá em 26 de julho no estádio Millenium, segundo um comunicado da CBF.

Quanto a Belarus, que será o adversário do Brasil em 29 de julho, em Old Trafford, o treinador disse que se trata de uma seleção que merece atenção por ter tido uma boa participação no Campeonato Europeu Sub-21.

‘É um time de bom nível técnico e que fez uma boa campanha no Sub-21, que serviu de classificatória’, comentou Mano, que disse que a Nova Zelândia pode ser o adversário mais fraco da chave, mas que uma surpresa não pode ser descartada.

O técnico informou ainda que divulgará em 8 de junho uma lista com 35 atletas, dos quais 18 estarão na convocação definitiva, que será anunciada em 6 de julho. EFE