Malabarismos de Falcão irritam rivais do Cascavel na Liga Futsal

O Santos/Cortiana goleou, nesta quarta-feira, o Diplomata/Muffatão, de Cascavel (PR), por 6 a 1, com direito a boa exibição do astro Falcão. Mas as jogadas de efeito do ala não agradaram aos adversários paranaenses.

Após o apito final, Falcão foi cumprimentar o fixo Edigleuson, o qual não só recusou como colocou o dedo e chegou a dar um tapa na cara do santista, criticando suas firulas. O episódio gerou empurra-empurra na Arena Santos.

Falcão deu sua versão, não escondeu que praticou ‘excessos’, porém salientou que o que ocorre em quadra não pode repercutir fora. ‘Todo excesso é válido, é bom para o espetáculo. Mas acaba o jogo, acaba tudo. O que acontece nos 40 minutos não sai de quadra’, afirmou.

Edigleuson não quis comentar o fato, apenas reiterou que tem o duelo de volta (marcado para a próxima terça-feira) e que o time de Cascavel continua na briga.

Apesar do placar elástico, o Santos tem a vantagem apenas do empate para avançar às semifinais. De acordo com o regulamento, a equipe que mais pontuar nos dois duelos garante vaga na fase seguinte. Sendo assim, caso o Cascavel vença (por qualquer placar), a vaga será decidida em um tempo suplementar de dez minutos – ou nos pênaltis.