Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maikon Leite se esquiva de polêmica e sente tranquilidade no elenco

A relação estremecida entre a diretoria do Palmeiras e o técnico Luiz Felipe Scolari ainda não atinge os jogadores. Apesar das críticas do treinador à cúpula alviverde, o atacante Maikon Leite explica que o time prefere ficar distante do assunto.

‘Não temos de nos preocupar com o que acontece lá em cima, e sim em manter o Palmeiras brigando por título. Faltam seis jogos (pelo troféu da Copa do Brasil), nunca esteve tão próximo. Não posso dizer que isso (discussão) seja ótimo, mas o ambiente está bom, todo mundo vem treinando alegre e vamos focar só no jogo’, afirmou.

Na noite de quarta-feira, depois da vitória por 4 a 0 sobre o Paraná, Felipão desabafou contra a diretoria e disse que a cúpula alviverde precisa assumir a responsabilidade pelas contratações de baixo custo que não surtem resultados positivos.

Um dia depois, o presidente Arnaldo Tirone respondeu ao técnico, negando que falte ‘hombridade’ aos dirigentes, mas admitindo a carência de dinheiro para mais reforços. Em meio à turbulência, Maikon Leite só pensa no que acontece no gramado.

‘Eu deixo isso com Felipão e diretoria, porque vou tentar fazer meu trabalho em campo. Não estou aqui para dividir, fico fora disso, pois quero falar só de mim e do time’, acrescentou.

Ao fugir de confusão, Maikon Leite aproveitou para festejar o resultado do sorteio da Confederação Brasileira de Futebol, que definiu a ordem dos confrontos nas quartas de final da Copa do Brasil, com a decisão entre Palmeiras e Atlético-PR sendo agendada para a Arena Barueri.

‘Decidir em casa é sempre importante e vamos procurar fazer antes um bom resultado no Paraná, em busca de uma vitória. Mas um empate com gols também não seria um mau resultado nesta fase’, argumentou.