Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luizomar de Moura quer Osasco ‘malandro’ contra time do Azerbaijão

Após derrotar o Chang, da Tailândia, na estreia do Mundial de Clubes de Doha, no Catar, o Sollys/Osasco enfrentará, na quarta-feira, o Rabita Baku (do Azerbaijão). Sem as estrelas (que estão com a Seleção Brasileira), o técnico Luizomar de Moura receita que suas atletas saibam dosar a velocidade do confronto. A equipe paulista já se classificou à semifinal.

‘Nesse jogo a cobertura de bloqueio será importante, assim como, a tomada de decisão. Vamos precisar usar a malandragem do voleibol brasileiro sabendo a hora certa de ir forte ou de usar uma ‘mão de fora’. A equipe se preparou muito para enfrentar esse tipo de jogo e espero se comporte bem durante a partida’, afirmou.

Além disso, o treinador reiterou a confiança em suas comandas. ‘É um jogo importante e a ideia continua sendo a mesma. A equipe está extremamente concentrada e sabe que precisa jogar acima do seu limite’.

Por fim, ele previu as dificuldades do duelo (que definirá o líder do Grupo B). ‘Conquistamos uma importante vaga para a semifinal e amanhã é o jogo que define os cruzamentos. O Rabita Baku é um time com jogadoras experientes e consagradas, porém, teoricamente previsível’, disse.