Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lotus deixa de fornecer motores para 2 equipes na Indy

Por AE-AP

Indianápolis – O Grupo Lotus anunciou nesta terça-feira a redução do fornecimento de motores na Fórmula Indy ao encerrar os contratos com as equipes Bryan Herta Autosport e Dreyer & Reinbold. Assim, as duas escuderias estão liberadas para negociar com a Chevrolet e a Honda.

A Bryan Herta Autosport, que tem o canadense Alex Tagliani como piloto, já havia decidido não participar da etapa de São Paulo da Fórmula Indy, neste domingo, no circuito de rua do Anhembi. Já o espanhol Oriol Servia, da Dreyer & Reinbold, fará sua última prova com motor da Lotus neste fim de semana.

Com essa decisão, a HVM e a Dragon serão as únicas equipes que permanecerão com motores Lotus para o restante da temporada da Fórmula Indy. Já a Newman-Haas, que irá correr apenas nas 500 Milhas de Indianápolis, tentará se classificar para a tradicional prova também com propulsores da Lotus e com o piloto francês Jean Alesi.

Apesar da decisão, a Lotus garante que continua comprometida com a Fórmula Indy. Já os responsáveis pela organização da categoria prometeram ajudar as equipes a obter novos parceiros para a sequência do campeonato.