Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lopes minimiza derrota do Furacão mas vai mudar o time

O Atlético Paranaense vive uma semana difícil após a derrota para o Avaí, por a 0, que complicou a luta da equipe contra o fantasma do rebaixamento do Campeonato Brasileiro 2011. O técnico Antônio Lopes minimiza o resultado e acredita que a competição é marcada por altos e baixos de todas as equipes e ainda existe tempo para reverter a situação.

‘É próprio do Campeonato Brasileiro. O Vasco da Gama, que estava liderando, tomou 3 a 0 do Internacional. Não há como ter uma regularidade muito grande’, avaliou o treinador rubro-negro, que defendeu o elenco após a derrota em Florianópolis. ‘Não teve displicência. Acho que o time correu, especialmente no segundo tempo, quando ficou com um jogador a menos. Houve erros individuais que influenciaram negativamente’, completou.

Dentre as possíveis mudanças na equipe, a principal delas visa deixar o time mais ofensivo, com a saída de um volante para a entrada de mais um atacante, conforme explicou o Delegado. ‘O Cleber (Santana) vai começar no banco. Vou colocar mais uma atacante no time. O Guerrón vai entrar no lugar dele’, projetou.

Em meio aos problemas em campo, o Furacão ainda enfrenta outro fora dele. A rescisão de contrato do meia Mádson e a demissão do gerente de futebol Paulo Rink mostram o clima na Baixada. Para Lopes, porém, não é nada que afetará o desempenho dos atletas. ‘O presidente (Marcos Malucelli) falou com o grupo em relação às decisões que havia tomado, em relação ao Mádson e ao próprio Paulo. Mas nada disso vai afetar não’, concluiu.