Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liga Europa: nos pênaltis, Sevilha bate Benfica e é campeão

Após 0 a 0 no tempo normal, espanhóis fizeram 4 a 2 nas penalidades

O Sevilha conquistou o título da Liga Europa sobre o Benfica nesta quarta-feira, nos pênaltis, por 4 a 2, no Juventus Stadium, em Turim, na Itália, e se tornou tricampeão do torneio. No tempo normal, as equipes empataram em 0 a 0. Após ser derrotado pelo Chelsea por 2 a 1 na final da temporada passada, o Benfica amargou novamente o vice-campeonato.

Leia também:

O time dos contestados no Brasil e respeitados na Europa

Platini promete ‘tolerância zero’ contra casos de racismo

Jogadores da Espanha são acusados de fraude fiscal

Carrões destruídos dão prejuízos milionários aos boleiros

O jogo – A primeira oportunidade surgiu aos 14 do primeiro tempo. Após bola levantada na área, o goleiro do Sevilha falhou e o zagueiro Garay quase marcou. O Benfica estava melhor, mas criava poucas chances de gol. Aos 40, Luisão quase fez de cabeça após escanteio. Cinco minutos depois, o atacante Rodrigo fez bonita jogada e chutou para a boa defesa do goleiro do time espanhol. A segunda etapa começou mais animada. Logo aos 3 minutos, Lima, do Benfica, recebeu na área e chutou para mais uma defesa de Beto. Aos 6, Reyes, do Sevilha, quase marcou de fora da área e novamente, aos 15, chutou de primeira após cruzamento e o goleiro Oblak fez grande defesa.

Com os jogadores esgotados, começaram a aparecer as lesões na prorrogação. Muitos jogadores caíram no gramado pedindo auxílio médico. Após novo emapte, na primeira cobrança de pênalti, o brasileiro Lima marcou para o Benfica. Bacca, da equipe espanhola, chutou alto e empatou. Na batida do paraguaio Cardozo, o goleiro Beto se adiantou muito e fez a defesa. Mbia, do Sevilha, bateu forte e colocou os espanhóis em vantagem: 2 a 1. Rodrigo chutou fraco e Beto novamente defendeu. Pelos espanhóis, Coke chutou com força e marcou. Luisão, capitão do Benfica, anotou o dele em seguida: 3 a 2. Na última cobrança, Gameiro marcou e deu o título da Liga Europa ao Sevilha.