Libertadores: Grêmio espanta crise e goleia a LDU

Jogando em Porto Alegre, equipe gaúcha fez 4 a 0 e se recuperou de derrota na estreia do torneio. Principal reforço para a temporada, Miler Bolaños marcou em sua 1º partida

Depois de atuações ruins em 2016, incluindo a derrota para o mexicano Toluca na estreia da Libertadores, o Grêmio brindou o seu torcedor com uma goleada inapelável por 4 a 0 sobre a LDU na noite desta quarta-feira, na Arena, em Porto Alegre. O resultado contra os equatorianos deixa o time gaúcho na segunda colocação do Grupo 6 do torneio continental, com 3 pontos, atrás apenas do Toluca, que tem 4.

Com a vitória, o Grêmio recuperou a confiança da torcida e espantou a crise que provocou até protestos no CT. O destaque da vitória foi o equatoriano Miler Bolaños, principal reforço tricolor para a temporada, que marcou logo em sua estreia. Os outros gols foram marcados por Maicon, Henrique Almeida e Everton.

O jogo – Debaixo de forte chuva e diante de 37 mil torcedores, o Grêmio começou o jogo com alta intensidade, pressionando a LDU no seu campo. Antes dos dois minutos de jogo, a equipe tricolor teve uma sequência de três escanteios em seu favor. Aos 11 minutos, veio o primeiro gol: Maicon recebeu dentro da área e errou em bola. Luan conseguiu pegar o rebote e ajeitou para Maicon bater de novo, com a perna esquerda, no ângulo esquerdo de Dominguez.

Depois de abrir o placar, o Grêmio aliviou a pressão, deixando um pouco mais de espaço para a LDU. O time equatoriano começou a pressionar, mas o Grêmio apresentava solidez na defesa e não deixou chances claras para os equatorianos; no máximo, um chute de Estupiñan que não levou perigo a Grohe.

Aos 36 do primeiro tempo, o momento que todos na Arena esperavam: o estreante Miller Bolaños recebeu um bom lançamento de Luan e chutou na saída de Domínguez, fraco, no canto direito. 2 a 0. Bolaños marcou na estreia, e justamente contra o seu ex-time.

No segundo tempo, Romero foi expulso após levar o segundo amarelo e deixou a partida ainda mais tranquila para o Grêmio. O terceiro gol, porém, só saiu aos 35 minutos. Henrique Almeida, que tinha entrado há pouco, dominou na entrada da área e chutou no canto. Éverton deu números finais à partida aos 44 minutos do segundo tempo: ganhou na velocidade de Araújo e chutou forte na saída de Domínguez: 4 a 0 e festa na Arena.

(Com Gazeta Press)