Libertadores: Chapecoense busca vaga de olho no ‘tapetão’

Equipe catarinense recebe nesta terça-feira o Zulia, da Venezuela

A Chapecoense vai decidir na noite desta terça-feira, às 19h30, uma vaga nas oitavas de final da Taça Libertadores da América. Para chegar lá, basta derrotar o Zulia, da Venezuela, na Arena Condá, em Chapecó, mas existe a preocupação de o time catarinense ser eliminado do torneio nos tribunais, o chamado “tapetão”.

O clube de Chapecó aguarda o julgamento do “caso Luiz Otávio”. Na vitória sobre o Lanús, na semana passada, o zagueiro foi escalado – e marcou o gol da vitória – apesar de a Conmebol alegar ter avisado a Chapecoense de que o jogador estava suspenso por três jogos por causa de sua expulsão em uma partida contra o Nacional uruguaio.

A Chape tentará provar que foi “induzida ao erro” pela Conmebol, por causa de problemas na troca de emails entre a entidade e o departamento jurídico do clube. A defesa foi protocolada nesta segunda-feira e o julgamento ainda não foi marcado. Por precaução, Luiz Otávio não será escalado contra o Zulia.

Terceira colocada do Grupo 7, a Chapecoense tem sete pontos, um a menos do que o Nacional e a mesma marca do Lanús, que leva vantagem no saldo de gols. Como uruguaios e argentinos vão se enfrentar nesta terça, em Montevidéu, o time brasileiro se classificará com uma vitória. Caso o Lanús perca, um empate já bastará à equipe alviverde.

(Com EFE)