Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Leão não se preocupa com saída de Denilson: Vou usá-lo até o fim

O volante Denilson utilizou a sua assessoria de imprensa para anunciar na manhã desta terça-feira que não ficará no São Paulo após o fim do empréstimo assinado até o fim de junho. Ao ser informado da notícia, o técnico Emerson Leão adotou uma postura ponderada, ressaltado que a perda da peça é um processo natural do futebol.

‘Futebol é mais do que dinâmico, muda. Não estou preocupado, ele vai jogar e ser escalado. Se ficar aqui até o dia 24,5, joga até dia 24 e dou o meio de colher de chá’, comentou o treinador, após o treino desta terça-feira no CT da Barra Funda.

A volta de Denilson foi uma exigência do Arsenal, da Inglaterra, o dono dos direitos federativos do atleta. O contrato do volante com o clube do Velho Continente é válido até junho de 2014. Leão pondera que o atleta não vinha feliz na Europa. ‘Acho que o Denilson nunca jogou tanto, nunca ficou tão feliz como agora. Portanto, eu acho que a primeira notícia é a primeira notícia, depois que vira realidade se torna mais difícil. Depois que é pensada a sua felicidade aqui, acho vai pesar’, disse o comandante.

Leão assegura que a diretoria do São Paulo já está ciente da falta que irá proporcionar a saída de Denilson e carrega até uma pequena esperança de reverter a volta para a Inglaterra. Afinal, o clube paulista sofre com lesões de outras opções da posição, como o experiente Fabrício (problemas musculares) e o jovem Wellington (vítima de uma cirurgia no joelho).

Assim, o São Paulo planeja buscar uma contratação para a posição depois da saída de Denilson. ‘Para o Campeonato Brasileiro vamos precisar (de reforços), com calma e jogadores definidos’, disse Leão.