Kobayashi afirma não sonhar com a vitória na China

A almejada melhora de desempenho da Sauber nos treinos de classificação veio na madrugada deste sábado, no classificatório para o Grande Prêmio da China de Fórmula 1. O japonês Kamui Kobayashi foi o quarto mais rápido da atividade e largará em terceiro por conta da punição a Lewis Hamilton, mas garante que sabe de suas chances e tem como expectativa apenas marcar o máximo de pontos possíveis para o time.

A pole position do GP da China de F-1 ficou com o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, que pela primeira vez largará na ponta do grid. O britânico Lewis Hamilton, da McLaren, foi o segundo mais rápido da atividade, mas perderá cinco posições no grid por trocar a caixa de câmbio de sua McLaren.

‘Estou muito feliz, o time fez um grande trabalho. Por um tempo falamos que precisávamos melhorar nossa performance na classificação e acho que hoje foi uma clara evolução’, disse o japonês. ‘Essa posição no grid obviamente nos dá muitas chances. Entretanto não sou um sonhador e o alvo continua o mesmo: marcar o máximo de pontos que conseguirmos’, completou.

Kobayashi tem como companheiro na Sauber o mexicano Sergio Pérez, uma das sensações da temporada após ficar com a segunda colocação no GP da Malásia. O piloto latino largará da oitava posição na China e admitiu que esperava um resultado melhor no classificatório.

‘Obviamente foi um treino com bom resultado para nosso time. Pessoalmente devo admitir que estava esperando algo a mais do que oitavo. Depois de voltas promissoras, na volta final no Q3, com pneus novos, eu de repente baixei de ritmo. Não sei da onde isso veio’, avaliou.