Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kieza marca dois, Náutico bate Vitória e entra no G-4

Contando com uma atuação inspirada do atacante Kieza, o Náutico derrotou nesta terça-feira o Vitória por 2 a 0, no Estádio dos Aflitos. O camisa 9 do Timbu anotou os dois gols, um em cada tempo, da da vitória que colocou o clube pernambucano no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os três pontos ganhos diante de sua torcida colocam o Náutico na quarta colocação da tabela, com 23 pontos em 13 partidas disputadas. Já o Vitória, que segue com 17 pontos, cai três postos na classificação geral e é o 11 .

O Timbu ganha mais de uma semana de folga e só volta a campo no dia 5 de agosto, sexta-feira, quando recebe o ASA-AL. Já no próximo sábado, às 16h20 (de Brasília), o Vitória enfrenta o Boa Esporte no Barradão, tentando se recuperar na tabela.

O jogo -A partida começou agitada nos Aflitos e logo aos três minutos o Vitória deu o primeiro susto, com Neto Baiano, que avançou pela ponta esquerda e chutou com perigo, mas por cima do gol de Gideão.

O troco dos donos da casa veio dez minutos depois, após cobrança de escanteio que sobrou para Everton. O volante bateu de dentro da área e acertou o travessão. Aos 20, foi a vez do time baiano chegar com perigo novamente, em cabeçada de Alison, bem defendida pelo arqueiro.

O Náutico abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo, com boa participação do artilheiro Kieza. Ele dominou o cruzamento rasteiro em meio a três defensores do Vitória e tocou rasteiro para vencer o arqueiro Fernando e fazer a alegria da torcida nos Aflitos.

A situação do Timbu ficou ainda mais favorável no início da segunda etapa. O zagueiro Gustavo do Vitória recebeu dois cartões amarelos em um intervalo de quatro minutos e, aos cinco de jogo, foi expulso de campo.

Com um homem a mais, o Náutico partiu para a pressão e não demorou a aumentar a vantagem. Kieza pegou rebote do goleiro Fernando em chute de Rogério e foi derrubado dentro da área por Zé Luís. O próprio atacante foi para a cobrança do pênalti e, aos 20 minutos, marcou seu segundo gol.

O Vitória ainda tentou pressionar os donos da casa, em busca de um gol que pudesse mudar o panorama da partida, mas a defesa bem armada pelo técnico Waldemar Lemos e a atuação segura do goleiro Gideão garantiram ao Timbu a sexta partida consecutiva sem derrota.