Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Keila Costa supera índice A, fica com a prata e confirma vaga

Desde o mês passado, Keila Costa já havia saltado 14,20m, marca superior à fixada pela CBAt (14,15m) e ao índice B da IAAF (14,10m) que dava direito ao Brasil de inscrever apenas uma atleta na Olimpíada. Mas apenas nesta sexta-feira, em Doha ela conseguiu garantir sua vaga em Londres, depois de anotar 14,31m, superando o índice A (14,30m) estabelecido pela entidade.

A marca, contudo, não foi suficiente para render a medalha de ouro da Liga Diamante, já que Olga Rypakova, do Casaquistão, saltou 14,33m. Mesmo assim, a brasileira ficou satisfeita com seu desempenho.

‘Estou feliz e mais tranquila agora, com o índice confirmado’, disse Keila. ‘Foi uma prova boa, apesar de ainda não ter ‘automatizado’ as mudanças que eu e o Neilton (o técnico Neilton Moura, que orienta a atleta no Clube de Atletismo BM&FBOVESPA) fizemos na parte da corrida. Só tenho a agradecer a todos os que acreditam em mim, ao meu Clube e patrocinadores, pela oportunidade de conquistar esse resultado’, completou.O técnico Neilton Moura também comemorou a classificação. ‘Estou muito feliz mesmo! Agora acabou, não tem mais conversa. A Keila está livre de ter de decidir a vaga até o Troféu Brasil (a competição, de 27 de junho a 1de julho, é a última oportunidade de os brasileiros conquistarem índice olímpico)’, disse Neilton. ‘Ela está muito bem, evoluindo na prova, trabalhando muito duro e essa vaga garantida no triplo já traz um grande alívio’, prosseguiu o treinado

Com o resultado em Doha, Keila somou dois pontos na classificação do salto triplo na Liga Diamante. A atuação também valeu à saltadora convite para participar das etapas de Roma (Golden Gala, em 31 de maio) e de Eugene, nos Estados Unidos (Prefontaine Classic, em 2 de junho). A participação em todos esses eventos, contudo, não está confirmada, pois a brasileira ainda se prepara para tentar alcançar índice olímpico no salto em distância, no qual tem que atingir a marca A da IAAF de 6,75m. A primeira oportunidade será no GP de São Paulo, nesta quarta-feira. Em seguida, a atleta vai disputar a prova também no GP Brasil de Atletismo, no Rio, dia 20.