Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kaká marca, Real goleia e volta abrir 10 pontos na liderança do Espanhol

Madri, 4 mar (EFE).- Com direito a gol do brasileiro Kaká, o Real Madrid goleou, neste domingo, o Espanyol por 5 a 0, e voltou a abrir dez pontos de vantagem na liderança do Campeonato Espanhol, após a realização de 26 rodadas.

Diante de um Santiago Bernabéu lotado, os merengues abriram o placar aos 24 do primeiro tempo, com o português Cristiano Ronaldo. O segundo do Real saiu ainda na etapa inicial, aos 38 minutos, com Khedira.

A equipe do técnico José Mourinho voltou para o segundo tempo com a mesma disposição da etapa inicial, e ampliou com o argentino Higuaín, logo aos 2 minutos, depois de uma bela arrancada de Kaká.

O Real voltou a marcar aos 22 minutos, desta vez com o próprio Kaká, que balançou as redes para coroar a bela atuação deste domingo.

E a estrela de Kaká voltou a brilhar aos 33 minutos, com uma assistência para Higuaín marcar o segundo dele na partida e fechar o placar.

O triunfo deixou o Real Madrid com 67 pontos, dez a mais que o vice-líder Barcelona, e muito perto do título espanhol.

Quem também conquistou uma importante vitória neste domingo foi o Valencia, que com um gol Feghouli ganhou do Granada, fora de casa, por 1 a 0, e se consolidou na terceira colocação.

O Valencia chegou aos 43 pontos, seis a mais que o Athletic de Bilbao, quarto colocado, que derrotou a Real Sociedad por 2 a 0, com dois gols de Laskurain, aos 24 do primeiro tempo e aos 35 do segundo.

Fechando a rodada, o Zaragoza levou a melhor sobre o Villarreal com um triunfo, de virada, por 2 a 1, em um duelo envolvendo duas equipes que lutam contra o rebaixamento.

Mesmo jogando longe de sua torcida, o Villarreal abriu o placar com Martinuccio, aos 16 da primeira etapa.

A virada do Zaragoza saiu apenas nos minutos finais da partida, com Garcia, aos 40, e Minero, já nos acréscimos.

Apesar da vitória, o Zaragoza segue na lanterna do Espanhol, com 18 pontos, enquanto o Villarreal aparece em 17º, com 27, três à frente do Racing Santander, a equipe mais bem colocada na zona de rebaixamento. EFE