Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Judoca cubano é desclassificado dos Jogos acusado de morder adversário

Londres, 2 ago (EFE).- O judoca cubano Oreydi Despaigne, foi desclassificado do torneio olímpico de judô da categoria meio-pesado (até 100kg), dos Jogos de Londres, acusado de morder a mão do rival Ramziddin Sayidov durante duelo nas oitavas de final da competição.

O caso aconteceu quando o cubano dominava o marcador por um waz-ari contra dois yukos do rival. Durante a tentativa de pegar a lapela do quimono de Despaigne, Sayidov acusou que fora mordido na mão. Os juízes avaliaram as imagens do lance e desqualificaram o cubano.

A decisão provocou a ira do treinador de Despaigne Justo Noda. ‘Tentei falar com os juízes, disse que foi o outro que pôs a mão na sua boca. Me disseram que não. Como iria morder? Isso nunca aconteceu no judô. Estou a 40 anos nisso e nunca vi algo assim’, reclamou.

O atleta cubano também reclamou, e acusou o rival de agredí-lo. ‘Me sinto bem com a competição que fiz, mas frustrado com essa injustiça. Ele me meteu a mão na boca e me machucou. Ela está inchada’, explicou Despaigne.

Prata nos jogos Panamericanos de 2011, em Guadalajara, e bronze no Campeonato Mundial de 2010, o cubano era forte candidato a conquista de medalhas na competição. Sayidov, por sua vez, foi derrotado nas quartas de final pelo mongol Tuvshinbayar Naidan e vai disputar a repescagem pelo bronze. EFE