Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Judô brasileiro projeta ganhar 4 medalhas na Olimpíada

Por Wilson Baldini Jr.

Rio – A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou nesta quarta-feira, durante um workshop em sua sede, no Rio, que tem uma meta a ser atingida na Olimpíada de Londres: conquistar quatro medalhas, sendo pelo menos uma de ouro.

O planejamento inicial da CBJ para Londres era classificar judocas nas 14 categorias, sete no masculino e sete no feminino, o que já foi conseguido. Agora, a segunda etapa é fazer com que ao menos quatro deles subam ao pódio. Uma das medalhas seria ouro ou prata vindo de uma inédita final feminina e a outra seria uma de ouro, podendo vir tanto dos homens quanto das mulheres.

A classificação nas 14 categorias da Olimpíada foi inédita para o judô brasileiro, como também será uma final feminina. Já a conquista do ouro é uma obsessão porque os judocas do Brasil levaram medalhas nas últimas sete edições dos Jogos Olímpicos, mas faz 20 anos, desde Rogério Sampaio, em Barcelona, que não sobem no lugar mais alto do pódio.

Se atingir a meta de quatro medalhas, o judô brasileiro vai bater seu recorde em uma única edição dos Jogos Olímpicos. Até hoje, o máximo que conseguiu foram três pódios numa mesma Olimpíada, feito que obteve duas vezes na história: em Los Angeles/1984 e em Pequim/2008 – em ambas, porém, não teve ouro.

Os judocas brasileiros que estão classificados para Londres são Felipe Kitadai, Leandro Cunha, Bruno Mendonça, Leandro Guilheiro, Tiago Camilo, Luciano Correa, Rafael Silva, Sarah Menezes, Erika Miranda, Rafaela Silva, Mariana Silva, Maria Portela, Mayra Aguiar e Maria Suelen Altheman.