Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogadores do Fluminense minimizam mau momento do Náutico

O Fluminense deu sequência na manhã desta quarta-feira a sua preparação para a partida deste sábado, às 16h20 (de Brasília), com o Náutico, nos Aflitos, no Recife (PE), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, com 12 pontos e dando sinais de que vai brigar pelo título ou por vaga na próxima Copa Libertadores da América, pode ser apontado como favorito mesmo longe de seus domínios. Isto porque vem de dois triunfos por 4 a 1, diante de Portuguesa e Atlético-GO. Já os pernambucanos acabaram massacrados pelo Atlético-MG no último final de semana, perdendo por 5 a 1.

Apesar da realidade apontar para um favoritismo do Fluminense, os jogadores tricolores preferem não encarar a partida desta maneira. Isto porque consideram o Náutico um rival difícil de ser batido dentro de casa.

‘Nós não estamos esperando nenhum tipo de facilidade, pois o Náutico tem um time experiente, forte dentro de casa e que sempre conta com o apoio dos torcedores. A goleada que eles sofreram para o Atlético Mineiro não quer dizer muita coisa, pois o Campeonato Brasileiro é mesmo uma gangorra e uma hora o time perde feio e na outra consegue uma grande vitória’, analisou o zagueiro Gum.

Na visão do lateral esquerdo Carlinhos, a goleada sofrida pelos pernambucanos pode se tornar algo negativo para o Fluminense no duelo deste sábado, pois ele espera um rival ‘mordido’

‘Acredito que esta goleada seja até ruim para o Fluminense, pois o time deles vai procurar dar uma resposta dentro de campo e nos criar problemas. Não vamos enfrentar um time fraco ou que não tenha bons jogadores. O Náutico tem atletas experientes e de qualidade, tanto que tem feito excelentes jogos dentro de casa. Precisamos ficar atentos’, alertou Carlinhos.O Náutico ainda não perdeu jogando em casa neste Campeonato Brasileiro. No primeiro duelo nos Aflitos, os pernambucanos empataram sem gols com o Cruzeiro, atual líder. Depois disto, fizeram 3 a 2 no Botafogo e 1 a 0 no Grêmio.

‘Se pegarmos este retrospecto, podemos perceber que eles venceram os dois últimos jogos que fizeram dentro de casa e estão com uma boa pontuação justamente por conta disto. Não devemos acreditar que a goleada sofrida no fim de semana vai ter uma influência agora, pois isto não vai acontecer. Na cabeça dos torcedores estão as duas últimas vitórias em casa’, disse Gum.

Em relação ao treino desta manhã de quarta-feira, o técnico Abel Braga trabalhou o controle de bola e passes curtos, dividindo o elenco em dois grupos, que trocavam bolas dentro da pequena área. Além disto, os atletas trabalharam finalizações e cruzamentos. Ainda se recuperando de dores musculares na coxa direita, o atacante Fred ficou na academia realizando atividades físicas. Ao lado dele ‘malhava’ o zagueiro Thiago Silva, do Milan (Itália), que vem se exercitando durante as férias nas dependências do Tricolor, onde é ídolo. Recuperando-se de uma hérnia de disco, o zagueiro Leandro Euzébio se limitou a dar voltas ao redor do gramado, ao lado do lateral esquerdo Carleto, com desconforto muscular.

A principal novidade no treino desta quarta-feira foi a presença do volante Diguinho, que está se recuperando de um edema no tornozelo direito. Calçando um tênis, ele caminhou ao redor do gramado sob os cuidados do responsável pela preparação física, Daniel Cerqueira. O jogador não atua desde 25 de abril, no empate sem gols com o Internacional, pelo confronto de ida das oitavas de final da Libertadores. Ainda não existe uma previsão de quando ele será liberado para treinar com bola e, muito menos, para voltar a jogar.

Nesta quinta-feira os jogadores do Fluminense vão treinar na parte da manhã, assim como acontecerá na sexta-feira, quando um recreativo vai anteceder a viagem para o Rio Grande do Sul.