Itaquerão só será testado de verdade na abertura da Copa

No jogo de domingo, entre Corinthians e Botafogo, um setor da arquibancada provisória não será aberto. Fifa exigia ao menos um teste completo pré-Copa

Apesar dos apelos da Fifa, que cobrou a realização de um teste completo antes da abertura da Copa do Mundo, o Itaquerão só receberá sua capacidade máxima de torcedores justamente no dia 12 de junho, na partida entre Brasil e Croácia. No domingo, o Corinthians utilizará novamente o estádio, diante do Botafogo, pela nona rodada do Brasileirão. No entanto, o Itaquerão permanecerá com um dos setores fechados e receberá apenas 40.000 torcedores.

Leia também:

Ideia de português: estádio novo em dois anos, por 40% do preço do Itaquerão

Jogo de abertura da Copa tem 14.000 ingressos para convidados

Por rivalidade com Palmeiras, cobertura do Itaquerão só ficará pronta depois da Copa

Valcke: ‘Legado concreto da Copa vai aparecer em 2017’

A capacidade só foi decidida na noite de quinta-feira, após emissão de laudo do Corpo de Bombeiros e de autorização do Governo do Estado. Assim, as arquibancadas provisórias do setor Norte do estádio não serão utilizadas, apenas as do Sul. A decisão frustra completamente as intenções da Fifa.

A entidade pretendia testar todas as arquibancadas provisórias e colocar ao menos 50.000 pessoas no estádio. Na abertura da Copa, daqui a treze dias, a expectativa é que o Itaquerão receba 68.000 pessoas. O jogo contra o Botafogo será apenas o segundo evento-teste na arena. A diferença para o jogo contra o Figueirense, realizado em 18 de maio, é que pelo menos uma parte das arquibancadas provisórias será testada – naquela oportunidade, o estádio corintiano recebeu 36.000 pessoas e a Fifa não ficou completamente satisfeita com a operação. A entidade, inclusive, solicitou à CBF a inversão do mando da partida entre Corinthians e Botafogo, para que pudesse usar novamente a arena corintiana.

(Com Estadão Conteúdo)