Homem que tentou extorquir família Schumacher é liberado

Jovem que exigiu R$ 3,3 milhões da esposa do ex-piloto ficará em liberdade condicional e terá de fazer terapia e prestar serviços comunitários

Um homem que tentou extorquir a família do ex-piloto Michael Schumacher escapou da prisão nesta quinta-feira. O tribunal de primeira instância de Reutlingen, no sudoeste da Alemanha, condenou o jovem, identificado apenas como Huseyin B., a 21 meses de liberdade condicional e multa de 4.500 euros (cerca de 16.000 reais). Ele também terá de cumprir 50 horas de serviços comunitários e realizar terapia.

Segundo diversos jornais europeus, como o Daily Mail e o Telegraph, o condenado, de 25 anos, exigiu 900.000 euros (cerca de 3,3 milhões de reais) de Corinna Schumacher, esposa do heptacampeão de Fórmula 1, e a ameaçou seus filhos caso o pagamento não fosse realizado, segundo confirmou o advogado da defesa à imprensa alemã após a leitura da decisão.

O jovem pôde ser rapidamente identificado pelas forças de segurança, já que o e-mail no qual exigia o pagamento tinha seu próprio número de conta corrente, aberta no Deutsche Bank. “A polícia estava atrás da pista do chantagista em questão de minutos”, reconheceu o advogado da defesa, Achim Unden.

Além disso, a sentença considera provado que o condenado tentou extorquir também uma empresa próxima a sua residência ao exigir a mesma quantia. Dessa vez, no entanto, ele utilizou uma carta, com o mesmo número de conta corrente. Corinna Schumacher tinha sido convocada como testemunha para depor, mas não compareceu porque sua presença não era obrigatória e o acusado já havia reconhecido os fatos.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Inacreditável….

    Curtir

  2. José Roberto Monteiro

    Vai que cola!

    Curtir