Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guarani perde Fumagalli por dois meses; Neto e Oziel param 40 dias

O departamento médico do Guarani finalmente revelou a gravidade das contusões de Fumagalli, Neto e Oziel, jogadores que desfalcam a equipe na decisão do Campeonato Paulista, diante do Santos. O caso do capitão e camisa 10 bugrino é crônico e exige pelo menos dois meses de recuperação. Já os defensores farão tratamento crônico e devem ficar à disposição de Vadão no prazo de 40 dias.

Neto chegou a estar em campo pouco mais de 20 minutos da primeira partida da final do Campeonato Paulista, no último domingo, no Morumbi. O zagueiro, pretendido pelo Santos para o Brasileirão, sofreu uma distensão muscular na coxa direita e volta a treinar em quatro semanas. Dessa forma, perderá algumas partidas da Série B, além da decisão.

O caso de Oziel é semelhante, mas inspira maiores cuidados do que o de Neto: ‘A contusão do Oziel é mais complicada do que as outras por ser em uma região frágil, que é a panturrilha. Estamos conscientes da gravidade, mas precisa jogar e o prazo é o mesmo’, afirmou o médico do clube, Marco Aurélio Reis Lopes.Principal jogador do Guarani na surpreendente campanha da primeira fase do Campeonato Paulista e também diante do Palmeiras, pelas quartas de final, Fumagalli suportou as dores no tornozelo até o dérbi campineiro das semifinais, mas caiu no chão, deu espaço para Medina e já iniciou a recuperação da lesão, que consiste em repouso total pelo prazo de dois meses. O retorno previsto é para julho, cerca de um terço da disputa do Brasileirão da Série B.

‘O problema do Fumagalli é crônico e é questão de repouso mesmo. Ele vai ficar afastado dos treinos até que essa lesão cicatrize. Depois,passará para a preparação física e só depois voltará a treinar e jogar. Este processo vai demorar, mas vamos colocá-lo para jogar’, afirmou o médico do Guarani, que descartou a possibilidade de cirurgia.