Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grêmio se arruma no intervalo e faz 2 a 0 sobre o Atlético-PR

O tricolor gaúcho se manterá na ponta do Campeonato Brasileiro se Ponte e Cruzeiro não golearem

Eufórico e cansado após a histórica classificação na Copa Libertadores, obtida na última quarta-feira, o Atlético-PR pareceu ter sentido o ritmo e teve atuação desastrosa neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Melhor para o Grêmio. Depois de um primeiro tempo apático, o time de Renato Gaúcho se acertou, liquidou o jogo em apenas 13 minutos e obteve uma boa vitória por 2 a 0, mesmo jogando fora de casa e tendo Marcelo Grohe expulso.

O resultado manteve o Grêmio 100% na competição, com seis pontos, enquanto o Atlético-PR segue sem somar nenhum. O time paranaense tenta se reabilitar no próximo domingo, quando recebe o Flamengo, mesmo dia em que o Grêmio encara o Sport fora de casa. O clube gaúcho, contudo, recebe antes o Zamora pela Libertadores, quinta-feira, em Porto Alegre.

Vivendo um bom momento na temporada, as duas equipes entraram em campo com objetivos ligeiramente distintos neste domingo. O Atlético Paranaense, por um lado, depois da histórica vitória sobre a Universidad Católica por 3 a 2, resultado que o garantiu nas oitavas da Libertadores, necessitava se reabilitar na competição nacional – foi massacrado na estreia por 6 a 2, para o Bahia.

O Grêmio, por sua vez, precisava manter o embalo após as boas vitórias sobre o Botafogo, por 2 a 0, na estreia do Brasileirão, e sobre o Fluminense por 3 a 1, pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil. Dois resultados importantes e que diminuíram a pressão no elenco depois da eliminação no Campeonato Gaúcho.

Assim, os dois treinadores mantiveram a base das últimas partidas – a única surpresa foi a presença de Carlos Alberto no meio-campo atleticano – e apostaram na repetição dos feitos obtidos na última semana.

Nada, contudo, saiu como o esperado no primeiro tempo. Atlético Paranaense e Grêmio fizeram um primeiro tempo burocrático e pouco inspirado ofensivamente, mais marcado pelas faltas e pelos cartões amarelos do que pela criatividade.

Mandante do duelo, o Atlético Paranaense até dominou a posse, mas não conseguia infiltrar e chegava apenas em chutes de longe, sem qualquer perigo para Marcelo Grohe. O time ainda pediu pênalti em finalização de Rossetto, que bateu na mão de Kannemann, mas a arbitragem nada assinalou.

Já o Grêmio foi chegar apenas aos 38, em chute de Pedro Rocha defendido por Weverton. Era pouco para um time que vinha de duas vitórias categóricas. E, provavelmente “chacoalhado” por Renato Gaúcho no intervalo, o time voltou com outra postura e abriu o placar logo aos 40 segundos: Arthur deu bom lançamento, Ramiro desviou para trás e Luan, da entrada da área, com perfeição, acertou o ângulo.

O Atlético Paranaense ainda tentou empatar pouco depois, em cabeceada de Eduardo da Silva, por cima do gol. Mas, aparentemente cansado após a desgastante vitória sobre a Universidad Católica, o time foi dominado pelo Grêmio. E, aos 13, aproveitando cruzamento de Ramiro, Lucas Barrios escorou com classe e liquidou o duelo.

Atordoado após sofrer o segundo gol, o Atlético Paranaense buscou pressionar, mas pecava na desorganização e pouco criava de efetivo. Marcelo Grohe ainda foi expulso – recebeu dois amarelos – por retardar seguidas vezes a cobrança de tiro de meta. O goleiro reserva Léo, então, entrou no lugar de Lucas Barrios. Nem assim, contudo, o atabalhoado time da casa conseguiu descontar.

Embora tenha aumentado a pressão nos minutos finais, a equipe de Paulo Autuori amargou sua segunda derrota na competição e viu, ainda, com merecimento, o Grêmio manter-se 100% no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-PR 0 X 2 GRÊMIO

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 21 de maio de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Cartões amarelos: Weverton e Thiago Heleno (Atlético-PR); Ramiro, Lucas Barrios e Marcelo Grohe (Grêmio)
Cartão vermelho: Marcelo Grohe (Grêmio)
Gols: Luan aos 40 segundos e Barrios aos 13 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Carlos Alberto (Guilherme) e Nikão; Pablo (Douglas Coutinho) e Eduardo da Silva (Grafite). Técnico: Paulo Autuori

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Rafael Thyere), Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Jaílson); Lucas Barrios (Léo). Técnico: Renato Gaúcho

(com Estadão Conteúdo)