Grêmio e Inter declaram luto por tragédia em Santa Maria

As diretorias do Grêmio e do Internacional declararam luto pelo incêndio ocorrido na boate Kiss, na cidade de Santa Maria, na madrugada deste domuingo, que causou pelo menos 232 mortes e deixou mais de 100 feridos, segundo o Batalhão de Operações Especiais do Rio Grande do Sul.

“O Grêmio lamenta profundamente o ocorrido e solidariza-se aos familiares das vítimas nesse momento de extrema tristeza”, registrou o clube, em nota. “Como sinal de luto, a bandeira do clube estará à meia altura nos próximos três dias.”

Leia também:

Incêndio em boate deixa 232 jovens mortos no RS

Galeria de fotos: Correria e desespero em boate

O Grêmio informou que fechou o treino ao público, na manhã deste domingo, no Estádio Olímpico, em respeito às vítimas da tragédia. O time titular se prepara para o segundo jogo contra a LDU, na quarta-feira, em Porto Alegre, pela fase preliminar da Copa Libertadores. O Grêmio perdeu o primeiro jogo por 1 a 0.

O time reserva entraria em campo nesta noite para enfrentar o Santa Cruz, novamente no Olímpico. O Inter, por sua vez, jogaria com seus titulares pela primeira vez neste ano, na estreia do técnico Dunga. O adversário seria o Caxias, no interior. No entanto, a rodada inteira foi adiada pela Federação Gaúcha de Futebol por causa da tragédia.

O Inter também declarou luto de três dias. “O Sport Club Internacional manifesta o seu profundo pesar pela tragédia ocorrida em Santa Maria. O Inter decreta luto oficial de três dias, com estendimento da bandeira a meio-pau.” O Inter declarou que o diretor regional Edmilson Gabardo e outros integrantes do Consulado de Santa Maria estão dando apoio às famílias e autoridades, em nome do clube. A diretoria informou ainda que os torcedores que compraram os ingressos para a partida deste domingo podem pedir o ressarcimento na Central de Atendimento ao Sócio (CAS), no Beira-Rio, a partir desta segunda-feira.

(Com Estadão Conteúdo)