Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo do Equador e COE se aproximam de acordo visando os Jogos Olímpicos

Genebra, 10 mai (EFE).- O Governo do Equador e o Comitê Olímpico Equatoriano (COE) chegaram nesta quinta-feira ao início do acordo para dar fim à disputa que já dura alguns meses após a intervenção governamental de 40 federações esportivas, que ameaçava a participação do país nos Jogos Olímpicos de Londres.

O princípio de acordo foi selado pelo ministro de Esportes, José Francisco Cevallos, ex-goleiro da LDU, campeão da Libertadores de 2008, e pelo presidente do COE, Danilo Carrera, que conversaram durante mais de quatro horas na sede o Comitê Olímpico Internacional, em Lausanne, na Suíça.

Participaram da reunião também o diretor de Relações com os Comitês Olímpicos Nacionais do COI, Pere Miró, e o presidente do Comitê Olímpico Espanhol, Alejandro Blanco, como mediador, além dos assessores jurídicos de Cevallos e Carrera.

‘Entendemos que encontramos vias de soluções práticas, concretas, que vão permitir que, dentro do total respeito à carta e os princípios olímpicos, o Governo (equatoriano) possa desenvolver uma política esportiva que é legítima’, disse Miró.

Pere Miró afirmou que os acordos tem que ser escritos e assinados pelas partes, algo que ‘será exacutado o mais rapidamente possível, e que deve acontecer antes da próxima reunião do Comitê Executivo do COI, nos dias 23 e 24 de maio em Québec (Canadá)’.

A disputa surgiu porque o Governo destituiu as direções de 40 federações de diferentes esportes, por não acatarem uma lei de 2010 e não realizaram eleições internas, e acabou designando interventores para dirigí-las. EFE