Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Glauber Silva é pego no doping e está fora de Londres-2012

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos anunciou nesta quarta o resultado dos exames antidoping que flagraram substâncias ilegais no corpo dos atletas Glauber Silva, Flávia Delaroli e Pamela Souza, em testes realizados durante a tentativa olímpica, disputada no início de maio. Confirmados desde sexta, os dopings só foram divulgados após reunião com os atletas e dirigentes da entidade. Com índice obtido na competição, Silva está fora da disputa dos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Segundo a CBDA, Delaroli e Souza não tiveram a intenção de aumentar o seu desempenho ou mascarar o uso de outras substâncias, o que as garantiu punições relativamente leves. Delaroli, com exame positivo para tuaminoheptano, ficará de fora de disputas por três meses, além de ter os resultados da tentativa olímpica anulados. Para a entidade, o uso constante e prescrito do remédio Rinofluimucil, usado para tratamento de rinite, causou o aumento involuntário da substância no sangue da atleta.

Caso parecido vive Pamela Souza. A nadadora foi pega com altos níveis de furosemida, substância mascarante, no mesmo exame. Para a confederação, porém, a alteração se deu por conta do uso de remédio nutricional, entendendo que não houve intenção em esconder o uso de outra substância e suspendendo a atleta em seis meses, além de excluir seus tempos na Tentativa Olímpica.

Já Glauber Silva, único dos três a conseguir o índice a Londres-2012 na competição, não teve o argumento de seu urologista aceito e teve punição mais rigorosa anunciada. Para a Confederação, o alto índice de testosterona em seu sangue não foi causado por disfunção hormonal, o que caracteriza uso intencional de esteróides para melhora de desempenho em competições.

Com isso, Gláuber deve ficar fora de competições por dois anos, além de perder o índice conquistado na competição. A punição tira o nadador, especialista nos 100m borboleta, dos Jogos Olímpicos de Londres-2012.