Esporte

Ginasta mexicana enfrenta a crueldade das redes sociais

No domingo, Alexa Moreno se apresentou como única mulher representante do México na ginástica artística. Ela participou da fase classificatória das barras paralelas, solo, trave e salto. No individual geral, terminou em 31º lugar e não se classificou para a etapa final – nenhuma surpresa, uma vez que o país não tem tradição na modalidade.

Leia também:
Com Simone Biles, EUA levam ouro na ginástica; Brasil é oitavo
Edições digitais de VEJA com as melhores fotos da Olimpíada

Nas redes sociais, os compatriotas de Moreno, em vez de exaltarem o esforço da atleta, resolveram insultá-la. O alvo principal? Sua forma física. “Alexa Moreno tem o corpo de duas ginastas juntas, uma dieta antes da Olimpíada cairia bem”, escreveu uma usuária do Twitter.

Alexa Moreno, de 22 anos, 1.47 metro de altura e 45 quilos, foi comparada pelos “trolls” à porquinha do desenho animado Peppa Pig. Um deles supôs que o sonho secreto de Alexa “é ganhar uma daquelas competições de comer hot dogs”.

Defensores da atleta revidaram: “Alexa Moreno é um grande exemplo para o México, vai campeã!”, disse um. “Nem sempre temos uma representante na ginástica artística. Obrigada, Alexa Moreno”, escreveu outro.

A delegação mexicana de ginástica artística é composta por dois atletas: Alexa Moreno e Daniel Corral.

Outbrain