Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Giba e Murilo desfalcam Seleção na primeira semana da Liga Mundial

Dois dos mais experientes jogadores desfalcarão a Seleção masculina de vôlei na primeira semana da Liga Mundial, disputada em Toronto, no Canadá. Os ponteiros Giba e Murilo não embarcarão com a delegação na próxima segunda, e continuarão em fase de recuperação de lesões no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema, no Rio de Janeiro. A dupla ficará de fora das partidas contra Polônia, Canadá e Finlândia, disputadas entre os dias 18 e 20 deste mês.

Enquanto Giba, capitão da equipe, já se recondiciona após recuperar-se de fratura por estresse na canela esquerda, Murilo ainda sente dores no ombro direito. Os dois jogadores ainda não realizam atividades de ataque e bloqueio.

‘Nosso maior desafio neste começo de trabalho tem sido administrar alguns problemas físicos no grupo. O Giba e o Murilo não irão para o Canadá. Nossa preocupação é estar com todos os jogadores bem fisicamente no período dos Jogos Olímpicos e vamos tomar todas as precauções para garantir isso’, afirmou o técnico Bernardinho.

Apesar de afastado das três primeiras partidas da Liga Mundial, Giba espera estar em condições de participar da fase final da competição, disputada entre os dias 4 e 8 de julho, na Bulgária.

‘Estou me sentindo melhor a cada semana. Não tenho mais incômodo e já estou arriscando alguns saltos, bem de leve. Agora é buscar a melhor condição de jogo, mas sem pressa, para não prejudicar todo o processo de recuperação. O mais importante é poder estar na Fase Final da Liga Mundial, onde todas as seleções deverão ir com força máxima. Será um bom parâmetro para o que teremos pela frente nos Jogos Olímpicos’, analisou.

Os dois desfalques são, curiosamente, os dois jogadores mais experientes à disposição de Bernardinho. O treinador deve aproveitar a oportunidade para testar os jovens Maurício, de 23 anos, Renan, de 22, e Lucarelli, de apenas 20.

‘São jogadores que foram muito bem na Superliga e podem trazer um algo a mais ao grupo. São sérias perspectivas para 2016, mas tem todas as condições de lutar pelo espaço deles já agora. Estão convivendo com jogadores mais experientes, vitoriosos e têm crescido bastante com isso’, concluiu o técnico.