Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Furacão divulga nota pressionando árbitro e provocando o Coritiba

Às vésperas de mais um Atletiba, a diretoria do Atlético-PR divulgou uma nota oficial no site do clube para cobrar do árbitro Adriano Milczvski uma atuação justa e segura na decisão do Campeonato Paranaense. Entretanto, a equipe ousou na forma como tratou o assunto e acirrou ainda mais a rivalidade com o Coritiba ao provocar abertamente o seu adversário na grande final do Estadual.

O comunicado rubro-negro tem início com uma crítica ao modo como os árbitros estão tratando os clássicos estaduais nos últimos anos. O Furacão reclama de possíveis favorecimentos ao Coxa e diz que não quer ver a história de seu rival manchada por títulos que foram conquistados graças aos juízes que apitaram os confrontos.

Além disso, o clube paranaense também reforça a importância do Coritiba para o futebol estadual. No entanto, a equipe se coloca à frente em todos os elogios feitos ao adversário. O time afirma que sua torcida e infraestrutura são melhores que a do Alviverde e faz questão de lembrar que a Arena da Baixada foi o estádio escolhido para sediar o Mundial de 2014.

Por fim, o Atlético-PR faz um apelo a Adriano Milczvski e pede para que o árbitro ‘deixe a torcida atletica e a do Coritiba em paz’, fazendo o seu dever da forma mais transparente possível. Com o pesado tom que foi adotado durante toda a nota, o clube ainda completa o seu discurso pedindo para que o juiz não tente fazer parte da história alviverde, pois o seu nome jamais terá a mesma importância do clube.

Diante da polêmica com a arbitragem, os clubes entraram em campo no próximo domingo, às 16 horas, no Couto Pereira. O primeiro jogo entre as duas equipes foi marcado por diversas falhas defensivas e terminou empatado em 2 a 2. Caso o Coxa consiga um empate sem gols ou por 1 a 1, o título paranaense será entregue aos comandados de Marcelo Oliveira.