Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fred diz já saber como será final da Copa: ‘Gol, título e festa’

Atacante mostrou confiança para o Mundial e disse que o Mineirão é "sua casa"

O atacante da seleção brasileira, Fred, mostrou muita confiança na seleção brasileira na sequência da Copa do Mundo. Em entrevista nesta quinta-feira, na Granja Comary, em Teresópolis, Fred disse que já sabe como será a final do Mundial. “Tenho certeza de que será como na Copa das Confederações, com gol, título e comemoração.” Fred também elogiou o Chile, adversário deste sábado, no Mineirão, em Belo Horizonte, às 13h (de Brasília). “A seleção chilena é uma das mais fortes. É muito rápida, técnica e com jogadores de bom nível.”

Leia também:

Fernandinho e Maicon treinam entre os titulares na Comary

Não foi só o bigode: para equipe, Fred enfim se encontrou

Fernandinho transformou a seleção – mas não se garantiu

A ordem de Felipão para o Brasil não sofrer tanto: ‘Calma!’

Fred também lembrou das grandes partidas que fez no Mineirão, quando atuou pelo América Mineiro, pelo Cruzeiro, pelo Fluminense e pela seleção, e disse que se “sente em casa” no estádio. “É uma energia diferente quando jogo no Mineirão. Já fiz grandes jogos e marquei muitos gols, eu me sinto confiante lá.” Ele também considerou a punição de nove jogos e quatro meses de afastamento do futebol a Luis Suárez, do Uruguai, por ter mordido o zagueiro Chiellini, na última terça-feira, injusta. “Não tem como negar que ele cometeu um erro, mas achei a punição severa demais. Conversei com algumas pessoas e a maioria achou justa, mas é uma punição que pode acabar com a vida do atleta. Acho que tem de ser punido.”

Sobre a mudança feita por Felipão no treino desta quinta, com a entrada de Fernandinho no lugar de Paulinho no meio campo, Fred disse que o time não muda o esquema tático. “São todos jogadores com as mesmas características, que atacam bastante.”

Leia também:

Felipão: ‘Agora já não podemos mais cometer tantos erros’

Brasil revê Chile em Minas. E vai aproveitar lições de 2013�

Brasil chega melhor que o Chile – ao menos nos números

Neymar dá show e Brasil segue adiante, apesar de sustos

O atacante também disse que não teme perder a titularidade. “Meu primeiro objetivo é fazer gols, mas se eu terminasse a Copa com o título, sem marcar, ficaria satisfeito por ajudar.” Ele citou Colômbia, Chile e Uruguai como destaque na Copa e colocou Neymar como uma das grandes estrelas da competição.

Um dos poucos atletas no grupo que já disputou um Mundial – em 2006, na Alemanha, Fred era reserva e chegou a marcar um gol na primeira fase -, o atacante disse que também tenta ajudar o time com sua experiência. “Procuro passar o máximo de tranquilidade e destacar principalmente o espírito de equipe. Mesmo nas dificuldades, tentamos colocar o companheiro para cima.”

(Com agência EFE)