Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Finalistas da Champions, Real e Juventus são campeões nacionais

Equipes que decidirão a Liga dos Campeões da Europa no próximo dia 3 de junho se tornaram campeãs em seus respectivos países

É incontestável. A final da Liga dos Campeões da Europa, a ser realizada no próximo dia 3 de junho, será disputada entre duas das equipes mais fortes de todo o continente. Tanto a Juventus quanto o Real Madrid chegam para a finalíssima em Cardiff, no País de Gales, na melhor forma possível. A boa fase é comprovada pelos títulos que cada equipe assegurou neste domingo. Depois de cinco temporadas em branco, o Real Madrid conquistou seu 33º título do Campeonato Espanhol. Já a Juve chegou ao sexto título consecutivo do Campeonato Italiano.

Na Espanha, a taça do Real veio somente na última partida. De um lado, o Real Madrid visitava o Málaga e precisava de apenas um empate para garantir o título. Do outro, o Barcelona precisava fazer a lição de casa contra o Eibar e ainda torcer por um tropeço do clube da capital espanhola. No fim, melhor para o Real, que levantou a taça e abriu ainda mais vantagem histórica sobre o arquirrival – são 33 conquistas para o time de Madri frente 24 para a equipe catalã.

Os galácticos ainda podem repetir um feito que não acontece desde 1958. A última vez que o Real conquistou o “doblete” – Liga dos Campeões e Espanhol –, no mesmo ano foi na década de 50, com Alfredo Di Stéfano como maior estrela. Agora, cabe a Cristiano Ronaldo, eleito o melhor do mundo em quatro oportunidades, comandar os galácticos em mais uma conquista.

A tensão e a dúvida que pairava sob o estádio do Málaga logo se foi. Com apenas um minuto e quarenta de jogo, o maior artilheiro da história do Real Madrid tratou de falar “estou aqui”. O meia Isco, que vem jogando um grande futebol, deu uma enfiada de bola sensacional para Cristiano Ronaldo, que dominou, driblou o goleiro e balançou as redes, marcando mais um gol importantíssimo para os galácticos (o 25º do português na competição).

Após o gol, o Real, que precisava apenas de um empate, deixou que o Málaga crescesse no jogo. Os galácticos voltaram menos acomodados ao segundo tempo, e voltaram a produzir no setor ofensivo. Depois de algumas investidas do Málaga, o Real colocou a cabeça no lugar e sacramentou a vitória. Em jogada característica dos merengues, após bola levantada na área, o zagueiro Sergio Ramos chegou com liberdade e finalizou na trave, a bola rebateu e sobrou limpa para o centroavante Karin Benzema, que chutou de primeira e marcou o segundo gol do jogo.

Juve campeã de tudo na Itália – A uma rodada para o fim, a Juventus mostrou mais uma vez que é mesmo a dona do futebol italiano na atualidade. Neste domingo, a equipe de Turim derrotou o Crotone com facilidade, por 3 a 0, diante de sua torcida e garantiu o título por antecipação. O time do técnico Massimiliano Allegri chegou a 88 pontos, mantendo os quatro de vantagem para a Roma, que ainda sonhava com uma improvável conquista. A Juventus também segue na briga pela tríplice coroa. A hegemonia no país ganhou força nesta temporada com a conquista também da Copa da Itália. Agora, a luta é para estender esta ótima fase para o continente.

Quem também teve motivos para comemorar neste domingo foi o Milan. O tradicional clube italiano segue longe da disputa por título, mas ao menos garantiu o retorno a uma competição continental. O triunfo sobre o Bologna, por 3 a 0, em casa, confirmou a equipe na próxima edição da Liga Europa.

(com Agências)