Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filho revela que Ghiggia segue em estado grave, correndo risco de morrer

Montevidéu, 15 jun (EFE).- O carrasco brasileiro na Copa de 50, Alcides Edgardo Ghiggia, segue em estado grave, e de acordo com seu filho, correndo risco de morrer, após acidente automobilístico sofrido na última quarta-feira.

Segundo Arcadio Ghiggia, o ex-atacante da seleção uruguaia, de 85 anos, tem sua respiração comprometida e sofreu ‘uma piora nas últimas horas’.

O autor do gol que imortalizou o ‘Maracanazo’, na final do Mundial realizado no Brasil, Ghiggia está em coma induzido, em um hospital de Montevidéu. ‘Estão fazendo todo o possível, mas o panorama é complicado’, disse o filho do ex-atleta.

Ghiggia foi operado na quinta-feira, para a colocação de dois drenos nos pulmões, devido às lesões sofridas no acidente e respira com ajuda de aparelhos. O ex-jogador também sofreu fraturas na perna direita e ferimentos em várias partes do corpo.

O uruguaio dirigia seu automóvel na altura da cidade de Tacuarembó quando seu veículo se chocou com um caminhão, que teria desrespeitado a sinalização da estrada.

No automóvel estavam também a esposa de Ghiggia, que sofreu algumas escoriações e foi internada no hospital da cidade de Las Piedras, e a cunhada do ex-atleta. EFE