Federação italiana suspende todos os jogos no país após morte de Morosini

Roma, 14 abr (EFE).- A Federação Italiana de Futebol (FIGC) decidiu suspender neste sábado todos os jogos previstos no país neste fim de semana após a morte do meio-campista Piermario Morosini, do Livorno, devido a uma crise cardíaca sofrida durante a partida contra o Pescara, pela segunda divisão local.

O anúncio foi feito pelo diretor-geral da FIGC, Antonello Valentini, que disse que a medida entra em vigor já neste sábado, começando pelo confronto entre Milan, vice-líder da primeira divisão, e Genoa, no estádio de San Siro.

A notícia da suspensão das partidas, anunciada pouco antes das 17h30 hora local (12h30, de Brasília), pegou desprevenidos os atletas da equipe de Milão, que já estavam no gramado se aquecendo.

Também estava previsto para hoje o jogo entre Inter de Milão e Udinese, equipe à qual Morosini estava vinculado e que o emprestou ao Livorno.

A suspensão do campeonato afeta também os compromissos da 33ª rodada da primeira divisão previstos para amanhã, entre eles a visita da líder Juventus ao lanterna Cesena.

Além da suspensão do futebol, o presidente do Comitê Olímpico Italiano (CONI), Giovanni Petrucci, convocou todas as federações esportivas do país a manter um minuto de silêncio em seus jogos do fim de semana em memória do meio-campista.

Morosini, de 25 anos, morreu após sofrer uma crise cardíaca aos 31 minutos do primeiro tempo da partida em Pescara. Ele ainda foi transferido do Estádio Adriático para o Hospital Civil Santo Spirito, em condições graves. Na emergência da unidade de saúde, o jovem foi colocado em coma induzido para receber estimulação externa, mas não conseguiu superar a crise e morreu poucos minutos depois. EFE