Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Federação do Rio multará times que criticarem o Estadual

De acordo com "Lei da Mordaça", equipes que denegrirem imagem do Campeonato Carioca serão multadas em 50.000 reais

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) anunciou uma controversa medida para combater as críticas ao cada vez mais esvaziado Campeonato Carioca. De acordo com informações do jornal Extra desta segunda-feira, a Ferj impôs uma “Lei da Mordaça” aos clubes participantes do torneio: presidentes, diretores e atletas estão proibidos de falar mal do Estadual, sob pena de multa de 50.000 reais. No ano passado, o campeonato teve média de público de apenas 2.800 pessoas por jogo e foi alvo de inúmeras críticas.

Leia também:

Melancólico, Carioca 2014 termina com polêmica de arbitragem

Finais dos Estaduais 2014 têm público ruim – só Bahia se salva

De acordo com o Regulamento Geral das Competições (RGC), a multa será “dobrada a cada ato lesivo gerado por qualquer outro membro da mesma associação”. A punição também pode cair pela metade, caso a ofensa seja “desmentida em nota oficial assinada pelo presidente da associação e publicada na primeira página do site do clube em até 48 horas de sua ocorrência”.

A nova lei foi formulada por Rubens Lopes, presidente da Ferj, e aprovada por unanimidade em Assembleia Geral realizada em dezembro de 2014. Assim como acontece no Paulistão, apenas 28 atletas poderão ser inscritos na edição deste ano do Campeonato Carioca. A medida foi vista como uma forma de impedir que as equipes grandes utilizem times mistos ou reservas, o que também desprestigiaria o Estadual.