Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: Ferraris batem na largada e Hamilton amplia vantagem

Líder da temporada se aproveitou de acidente de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen e venceu o GP de Cingapura neste domingo

Sebastian Vettel tinha esperanças de reassumir a liderança do Mundial de Pilotos da Fórmula 1 no GP de Cingapura, neste domingo, mas uma batida logo na largada frustrou não só o alemão, mas também seu também seu parceiro de Ferrari, Kimi Raikkonen. Melhor para Lewis Hamilton, da Mercedes, que venceu a prova e ampliou a vantagem na ponta do campeonato.

A batida entre Vettel, Raikkonen e Max Verstappen, da Red Bull, na largada fez Hamilton, que largou em quinto, herdar a primeira colocação que não perdeu ao longo de toda a longa prova noturna. O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, chegou em segundo e o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, completou o pódio.

Com sua sétima vitória na temporada e o abandono precoce de Vettel, Hamilton aumentou de três para 28 pontos a sua vantagem na primeira colocação do campeonato. O inglês soma agora 263 pontos, contra 235 do alemão. Bottas, na terceira colocação geral, chegou aos 212. O brasileiro Felipe Massa, da Williams, chegou em 11º.

O GP de Cingapura tinha 61 voltas previstas. Porém, em razão das entradas de safety car, a corrida se alongou além do esperado. Como consequência, a prova foi finalizada por tempo, e não pelo número de voltas completadas. Na F-1, uma corrida não pode ultrapassar o limite de duas horas de duração. A próxima etapa da Fórmula 1 será o GP da Malásia, em 1º de outubro.

Confira a classificação final do GP de Cingapura:

1º – Lewis Hamilton(ING/Mercedes), em 2h03min23s544

2º – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 4s507

3º – Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 8s800

4º – Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso), a 22s822

5º – Sergio Pérez (MEX/Force India), a 25s359

6º – Jolyon Palmer (ING/Renault), a 27s259

7º – Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), a 30s388

8º – Lance Stroll (CAN/Williams), a 41s696

9º – Romain Grosjean (FRA/Haas), a 43s282

10º – Esteban Ocon (FRA/Force India), a 44s795

11º – Felipe Massa (BRA/Williams), a 46s536

12º – Pascal Wehrlein (ALE/Sauber), a 2 voltas

Não completaram a prova:

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Max Verstappen (HOL/Red Bull)

Fernando Alonso (ESP/McLaren)

Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Kevin Magnussen (DIN/Haas)

Nico Hülkenberg (ALE/Renault)

(com Estadão Conteúdo)